nsc
    dc

    Telefonia

    Oi diz que busca alternativas para entendimento entre acionistas e credores

    Com dívidas acima de R$ 65 milhões, empresa de telecomunicações entrou com pedido de recuperação judicial em junho do ano passado 

    31/03/2017 - 15h36 - Atualizada em: 31/03/2017 - 15h37

    Compartilhe

    Por Agência Brasil
    Governo estaria preparando Medida Provisória com regras para fazer a intervenção na empresa
    Governo estaria preparando Medida Provisória com regras para fazer a intervenção na empresa
    (Foto: )

    A empresa de telefonia Oi divulgou comunicado nesta sexta-feira informando que suas atividades têm sido desenvolvidas normalmente e que está comprometida a garantir a sustentabilidade da companhia.

    A Oi encontra-se em processo de recuperação judicial e, recentemente, o governo tem sinalizado que pode fazer uma intervenção na empresa, caso seja necessário.

    Leia mais

    Planalto prepara medida que abre caminho para intervenção na Oi

    Plano de recuperação judicial da Oi prevê venda da área de telefonia móvel

    TCU não autoriza Anatel a assinar acordo com a Oi

    "É parte do nosso comprometimento também buscar intensamente e incansavelmente as alternativas possíveis para viabilizar o entendimento, o mais rapidamente possível, entre acionistas e credores, no sentido de se chegar a um acordo que assegure um ambiente positivo para o futuro da Oi. É importante que as duas partes, entendendo suas responsabilidades, se engajem para alcançar a aprovação de um plano de recuperação judicial que fortaleça a Oi", diz o presidente da empresa, Marco Schroeder, no texto do comunicado.

    A Oi informa que vê com naturalidade o acompanhamento realizado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) sobre a sua situação, mas entende que as melhorias que a empresa vem registrando "mostram que não há nada que coloque em risco o serviço que a companhia presta a seus clientes e à cadeia do setor de telecomunicações".

    Nesta semana, a Superintendência de Controle de Obrigações da Anatel enviou um ofício às operadoras de telefonia para fazer o mapeamento das redes de telecomunicações, caso haja uma interrupção na prestação de serviços da Oi.

    O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, disse recentemente que o governo está preparando uma Medida Provisória com regras para fazer a intervenção da empresa, caso seja necessária.

    A Oi entrou com pedido de recuperação judicial em junho do ano passado, que inclui dívidas de R$ 65,4 bilhões. A operadora tem mais de 70 milhões de clientes e detém concessões de telefonia fixa em grande parte do país, além de autorizações para a prestação de telefonia e internet móvel.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas