publicidade

Entretenimento
Navegue por

Contagem regressiva

Oktoberfest: a coroa ficou em família

Entre as dezenas de realezas, já passaram mãe e filha e até primas 

02/10/2018 - 09h49

Compartilhe

Redação
Por Redação Santa
Sophia Piske, rainha de 2016
(Foto: )

Em 35 anos de Oktoberfest em Blumenau, uma única vez mãe e filha tiveram a honra de compartilhar o título de rainha do evento. Sophia Piske foi coroada para representar a maior festa alemã das Américas durante o ano de 2016. Levar o nome do evento e da cidade para o Brasil era uma tarefa que ela ainda não tinha executado, mas conhecia bem de perto. Em 1989, sexto ano da festa, quem ficou com o maior posto de trio de realeza foi sua mãe, Inguelore Krause Piske. As duas tiveram a oportunidade de viajar juntas para divulgar a comemoração em Munique, na Alemanha.

Bruna Ponchielli, rainha de 2017
Bruna Ponchielli, rainha de 2017
(Foto: )

Sophia passou a coroa Bruna Ponchielli, rainha de 2017. Elas são primas de quarto grau. Bruna conta que disputar a coroa era um sonho de sua irmã, que faleceu. Depois disso, ela ficou mais motivada a concorrer e, com o apoio da família, chegou onde queria. Para ela, o carinho do público foi o mais marcante de seu reinado, que dividiu com as princesas Vanessa Salvador e Bianca Tribess.

::: Acompanhe a contagem regressiva para a Oktober com o Santa

Contagem
(Foto: )

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação