nsc
dc

Trânsito

Operação Carnaval em SC registra três mortes e 165 flagrantes na Lei Seca

Número de vítimas fatais está consideravelmente menor que no ano passado, quando 12 pessoas morreram

04/03/2019 - 13h04

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
fiscalização lei seca
Fiscalização de alcoolemia na sexta-feira de carnaval em Laguna, na marginal da BR 101
(Foto: )

O feriado de Carnaval tem sido menos violento em Santa Catarina na comparação com os anos anteriores. Desde sexta-feira, foram registradas três mortes nas rodovias federais, enquanto as estradas estaduais não tiveram óbitos. Mesmo restando dois dias para o fim da operação, o número está consideravelmente menor que 2018, quando 12 pessoas morreram nas rodovias catarinenses.

O primeiro acidente com vítima fatal foi registrado por volta das 16h de sexta-feira no Vale do Itajaí. Um homem de 45 anos dirigia uma motocicleta com placas de Joinville quando colidiu frontalmente contra um carro no Km 88 da BR-470, no trevo de acesso ao município de Rodeio.

Após um sábado tranquilo, um motorista morreu no domingo após colidir frontalmente o seu veículo contra um cavalo que cruzava a rodovia BR-282 no Oeste. O acidente foi registrado por volta das 23h15min no km 496, em Xanxerê. Um passageiro de 19 anos ficou gravemente ferido, sendo encaminhado o hospital com suspeita de traumatismo craniano.

Outro acidente com morte foi registrado nesta segunda-feira, desta vez na BR-101. Duas motos colidiram contra um caminhão durante a manhã, dos quais um motociclista não resistiu aos ferimentos e moreu no local.

Ações de fiscalização nas rodovias federais

Para tentar evitar recentes tragédias como das jovens mortas na BR-470, a PRF tem reforçado a fiscalização para identificar motoristas que dirigem após beber. Tanto que 165 motoristas foram flagrados dirigindo sob efeito de álcool nas rodovias federais de Santa Catarina entre sexta-feira e domingo.

Os motoristas flagrados no teste de embriaguez tiveram suas carteiras de motorista recolhidas, receberam uma multa no valor de R$ 2.934,70 e ficarão impossibilitados de dirigir durante doze meses. O valor pode dobrar se houver reincidência durante o período de doze meses.

Além disso, os policiais têm criado ações para conscientizar os motoristas. Uma delas é o Cinema Rodoviário, no qual há orientações de regras básicas de trânsito por meio de curtas palestras e vídeos educativos. A atividade ocorre em vários pontos das rodovias federais de Santa Catarina.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Cotidiano

Colunistas