nsc

publicidade

ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA

Operação de repressão ao tráfico de drogas cumpre 35 mandados de prisão preventiva em Garopaba, Litoral Sul de SC

Ação ocorre também no Rio Grande do Sul e no Mato Grosso do Sul, estados em que a organização criminosa atuava conforme informado pela Polícia Civil

22/11/2018 - 06h47 - Atualizada em: 22/11/2018 - 08h40

Compartilhe

Por Redação NSC
Mandados de prisão preventiva, de busca e apreensão e medidas cautelares estão sendo cumpridos na manhã desta quinta-feira, em Garopaba
Mandados de prisão preventiva, de busca e apreensão e medidas cautelares estão sendo cumpridos na manhã desta quinta-feira, em Garopaba
(Foto: )

Um total de 35 mandados de prisão preventiva, 46 de busca e apreensão e 11 medidas cautelares estão sendo cumpridos na manhã desta quinta-feira (22) no município de Garopaba, no Litoral Sul de Santa Catarina. A investigação apontou, conforme informações da Polícia Civil do Estado, o envolvimento de 46 pessoas na organização criminosa, que atuava também no Rio Grande do Sul (RS) e no Mato Grosso do Sul (MS), além do estado catarinense. Não foi informado, no entanto, o número de prisões realizadas até o momento.

A operação, denominada All In, que ocorre também nos estados gaúcho e sul-mato-grossense, tem como objetivo a repressão dos crimes de tráfico de drogas e organização criminosa de acordo com a polícia. Ao todo, estão sendo cumpridos aproximadamente 100 ordens judiciais nos três estados.

— O ponto de partida da investigação foi a apreensão, no primeiro semestre deste ano, de aproximadamente duas toneladas de maconha em poder de traficantes da cidade de Garopaba. Naquela data foram apreendidos diversos veículos de luxo e considerável quantia em espécie, em torno de R$ 80.000,00 — afirmou o órgão por meio de nota.

Leia mais: Polícia queima plantação de maconha em Garopaba

Após dez meses de investigação, coordenada pelo delegado Walter Figueiredo Loyola, de Garopaba, com apoio do Denarc do RS, foi apurado que a organização negociou aproximadamente 2 milhões de reais em drogas em um período de quatro meses conforme informações da Polícia Civil.

Em Santa Catarina, a operação envolveu policiais civis do município de Laguna, Tubarão, Criciúma, Araranguá e Florianópolis, agentes do Serviço Aéreo Policial (SAER Sul/SC), da Polícia Rodoviária Federal e de Policiais Militares do Estado.

Leia mais notícias de Garopaba e do Litoral Sul de Santa Catarina

Deixe seu comentário:

publicidade