De um lado, uma maratona internacional com 6 mil atletas, hotéis lotados, divulgação de Florianópolis e retorno econômico estimado em R$ 5 milhões. De outro, motoristas irritados com congestionamentos provocados pelo fechamento da Avenida Beira-Mar Norte, especialmente na SC-401. A polêmica tomou as redes sociais desde a manhã de domingo e vai integrar um relatório que será entregue pela organização da prova, com sugestões para o ano que vem.

Continua depois da publicidade

“Algumas coisas não saíram como o esperado”, afirmou o organizador da Maratona, Leonardo Silvano, em entrevista ao Notícia na Manhã. Uma das questões foi a realização, também na manhã de domingo, de dois concursos públicos. Silvano defende que a idade tenha um calendário único para evitar esse tipo de sobreposição. “A maratona está agendada desde setembro”, frisa.

Destaques do NSC Total