nsc

publicidade

Eleições 2016

Os slogans dos candidatos a prefeito para conquistar o eleitor de Joinville

Entre os oito postulantes ao cargo, apenas o petista Carlito Merss não faz uso do recurso na campanha deste ano

15/09/2016 - 04h04 - Atualizada em: 15/09/2016 - 04h54

Compartilhe

Por Redação NSC

Com tantas propostas em busca de melhorias para a cidade, os candidatos a prefeito costumam criar um slogan que resuma o tom da campanha e dê a ideia do que pretendem fazer pelo município. Neste ano, sete postulantes à Prefeitura de Joinville utilizam uma frase de efeito para chamar a atenção dos eleitores. Apenas o candidato Carlito Merss (PT), optou por não criar slogan.

A maior parte dos candidatos destacam a ideia de renovação e de voltar a ser forte novamente. Mas há aqueles que optam por destacar novas ideias ou o fato de estarem juntos à população. Os demais candidatos adotam propostas distintas. Udo Döhler (PMDB), atual prefeito, aposta na expressão "rumo certo" e na manutenção de um governo que deu certo.

A publicitária e especialista em marketing Paola Rodrigues explica que o slogan pode ter várias funções em uma campanha. Ele pode servir para engajar as pessoas, sendo fácil de memorizar e de ser repetido, ou funcionar como uma assinatura, um resumo daquilo que se pretende comunicar.

Segundo ela, os slogans aparecem na campanha, geralmente, em alguma peça publicitária ou no encerramento de um discurso, justamente pela função de memorização e para caracterizar a mensagem do candidato.

- O slogan ajuda a diferenciar as propostas e as pessoas. Quando ele é bem feito, também serve de argumento para as conversas, unificando os que pensam daquela mesma maneira - explica.

A especialista ressalta que o slogan deve ser conciso e apresentar uma ideia forte, mesmo em poucas palavras.

- Não adianta criar algo muito amplo, que não comunica nada, ou um clichê.

Conheça histórias e as motivações dos oito candidatos a prefeito

Quais os erros que os eleitores cometem quando vão decidir seu voto

Jovens eleitores de Joinville revelam pouco interesse pela política

Quem são os candidatos a vice-prefeito em Joinville

CARLITO MERSS (PT)

Não tem slogan

Nos programas de rádio e de televisão, Carlito Merss destaca que optou por fazer uma campanha sem slogan, sem jingles ou repetição de frases e gestos ensaiados. Segundo ele, a ideia é fazer uma campanha diferente, com menos marketing e mais verdade. Carlito acredita que a população quer mudança na política, e sobretudo, na forma de fazer política. Para ele, não existe nada mais antigo do que musiquinha, videoclipe e candidato beijando criancinhas no horário eleitoral.

DARCI DE MATOS (PSD)

Joinville mais humana e mais feliz

De acordo com a assessoria de Darci de Matos, a escolha do slogan e o conceito para a campanha surgiram naturalmente nas dezenas de reuniões de bairro realizadas e nas conversas do candidato com a população nas ruas de Joinville. A ideia de uma cidade mais humana e mais feliz está representada nas propostas do plano de governo, todas voltadas para atender e cuidar das pessoas. O objetivo é devolver a autoestima aos moradores, com uma gestão mais humanizada.

DOUTOR XUXO (PP)

Joinville: chegou a hora de cuidar de você

A frase do candidato Doutor Xuxo remete à vida dele, que neste ano completa 50 anos de atuação profissional no trato de pessoas. Formado em medicina pela Universidade Federal do Paraná, Xuxo foi diretor no Hospital São José, idealizador e diretor do Hospital Regional e fundador da Fundação Pró-Rim. O candidato chama a atenção do eleitor para estas realizações e diz que já cuidou de muita gente como médico e administrador e que agora chegou a hora de cuidar dos joinvilenses.

IVAN ROCHA (PSOL)

Ao lado do povo!

O candidato Ivan Rocha afirma ser um defensor dos interesses da população, que está em busca de um poder popular e a construção de uma verdadeira democracia. Para isso, diz que a única aliança possível para o PSOL, em Joinville, é com o povo, diferentemente do que se viu nas últimas gestões municipais, com foco em 1% da população e não na totalidade. Ivan considera isso crucial e o PSOL, em tempos de eleição, se posiciona e quer estar ao lado de quem sempre esteve: o povo.

MARCO TEBALDI (PSDB)

Joinville forte de novo

O candidato Marco Tebaldi faz uma ligação, em seu slogan, sobre os oito anos em que, na avaliação dele, a cidade parou. Para Tebaldi, os prefeitos dos dois últimos governos não deixaram obras para o futuro. Mas ele ressalta que Joinville é uma cidade muito grande, que faz parte de uma região metropolitana e que não pode ficar parada nem um ano, tem que avançar e voltar a ser de novo uma cidade forte. Daí, a origem do slogan da campanha.

PROFESSOR MARCOS (PEN)

Abrace essa ideia!

O slogan do Professor Marcos é "abraçar as ideias". Segundo ele, é o mesmo que dizer "abraçar os projetos", mensagem do partido e a renovação que ele simboliza, que é a sustentabilidade. Seria no sentido de a população se unir ao candidato para elaborar o plano de governo. Fazer um trabalho coletivo e solidário porque os problemas serão solucionados juntos. O candidato reforça que os setores da sociedade precisam se unir para resolver coisas complexas. Então, "abrace essa ideia" é no sentido de coletividade.

RODRIGO BORNHOLDT (PDT)

Pra fazer diferente tem que renovar

A frase reflete o posicionamento do candidato a prefeito Rodrigo Bornholdt, e do seu vice, Valmir Santhiago, que estão entre os mais jovens dessa campanha. Rodrigo e Valmir trazem propostas de renovação dos partidos que representam - PDT e Rede Sustentabilidade -, ou seja, educação em tempo integral, elementos que podem transformar Joinville e colocar a cidade no século 21. Na avaliação do candidato, não adianta dizer que vai fazer diferente com políticos antigos. Embora o discurso do novo tenha sido apropriado por outros candidatos, o fato é que, pra fazer diferente, tem de renovar.

UDO DÖHLER (PMDB)

Juntos no rumo certo

O candidato Udo Döhler considera que o município entrou no rumo certo a julgar pelos primeiros anos de sua administração, que foi para ajustar as contas, pagar as dívidas e os fornecedores. Por isso, surgiu o slogan. Conforme o candidato, a palavra "juntos" é pela questão da unidade, de um governo que governa com as pessoas e busca a unidade. Outro foco da campanha é a expressão "mãos limpas", que significa coibir a corrupção, o desvio de conduta e qualquer tipo de irregularidade.

Deixe seu comentário:

publicidade