nsc

publicidade

Saúde

Paciente de Joinville com doença renal há 33 anos faz campanha e declara seu amor por máquina de hemodiálise

José Santana já fez quase 5 mil sessões e criou a Associação dos Renais Crônicos de Joinville

25/06/2015 - 11h43 - Atualizada em: 25/06/2015 - 11h49

Compartilhe

Por Redação NSC
Todas as noites, antes de dormir, seu José faz uma oração pedindo proteção à família e outra agradecendo à máquina de hemodiálise
Todas as noites, antes de dormir, seu José faz uma oração pedindo proteção à família e outra agradecendo à máquina de hemodiálise
(Foto: )

Em 33 anos, o joinvilense José Santana já dependeu de quase 5 mil sessões de hemodiálise. Ele deu uma declaração emocionada em vídeo e em carta para colaborar com a campanha Máquina para Salvar Vidas, lançada pela Fundação Pró-Rim, de Joinville. É lá que José fez a maior parte de suas sessões - a entidade foi criada há 28 anos - e, neste período, passou por pelo menos três gerações de máquinas de hemodiálise, já que cada equipamento tem um ciclo de vida de dez anos.

- Fiz um acordo com a máquina de hemodiálise: ela me mantém vivo e eu controlo o consumo de sal e a ingestão de líquido - brinca José.

O bom humor é umas das características mais conhecidas do paciente. Por isso, se algum paciente demonstra dificuldade em aderir ao tratamento, seu José é logo convocado para conversar com ele.

- Quando conto a minha história, a pessoa muda de opinião e passa a ver a máquina como uma aliada - esclarece.

Ele conta que, todas as noites, antes de dormir, faz uma oração pedindo proteção à família e outra agradecendo à máquina de hemodiálise. Afinal, ele diz que sem ela não teria visto os filhos crescerem e se formarem nem o nascimento de quatro netos.

A máquina de hemodiálise é fundamental no tratamento dos pacientes que perderam as funções renais. Ela substitui os rins na filtragem do sangue. Realizada geralmente três vezes por semana, as sessões têm duração média de quatro horas. A hemodiálise é um dos três tipos de terapia renal substitutiva, também conhecida como diálise. Os demais são o transplante e a diálise peritoneal.

Fundação Pró-Rim lança campanha para comprar máquina de hemodiálise em Joinville

Pioneirismo para ajudar

José Santana mora com os filhos, o genro e a nora. Sente-se mais seguro com a família por perto, mas garante que não fica abatido com as suas limitações e nunca fala de doença com ninguém.

- Pelo contrário. Falo de alegria e de vontade de viver. Cada dia me sinto mais forte e disposto a ajudar as pessoas. Nos dias que não preciso fazer a hemodiálise sou o cozinheiro lá em casa, a começar pelo café da manhã. Todos gostam da comida que preparo.

Projetos de vida?

- Claro que tenho. Criei a Associação dos Renais Crônicos de Joinville há alguns anos e agora quero formar outro grupo para ajudar pessoas que precisam de cadeira de rodas, colchões de água, camas e cadeiras hospitalares, entre outros equipamentos, durante algum período da vida".

Bem-humorado, ele faz uma declaração de amor à máquina de hemodiálise:

- Amo você, mais do que a minha própria vida. Afinal, foi você que me trouxe até aqui. A nossa relação é quase divina. Sem a sua proteção, eu não existiria mais. A partir dessa condição é que tudo acontece na minha vida. Por isso, o meu amor eterno.

Assista ao vídeo:

Saiba como ajudar:

Dentro do programa de ampliação do seu acervo de máquinas de hemodiálise, a Fundação Pró-Rim recorre ao financiamento coletivo pelo site Kickante, uma forma de captação de recursos através da Internet, para pessoas dispostas a fazer doações. O tema da campanha é Máquina que salva vidas e tem como objetivo beneficiar pacientes renais.

A campanha começou em 17 de junho com prazo de 60 dias para atingir a sua meta de arrecadação, que é de R$ 60 mil. O objetivo é comprar uma máquina de hemodiálise e quitar as despesas da campanha. Se houver valor excedente, será utilizado para aquisição de outras máquinas, com a mesma finalidade. Até o dia 25 de junho, R$ 3.584 haviam sido arrecadados - apenas 5% da meta.

Quem quiser ajudar a Fundação nesta ação, poderá acessar o site e doar a partir de R$ 10 até o valor de R$ 1.000, no período determinado da campanha. A quantia escolhida poderá ser impressa no boleto disponibilizado no site para pagamento na rede bancária ou debitada no cartão de crédito.

Cada doador, receberá uma recompensa, que vai de certificado, copo de acrílico, camiseta e livro Histórias de Amor à Vida (digital). Dependendo do valor, todos os itens poderão ser arrematados.

Deixe seu comentário:

publicidade