nsc

publicidade

Saúde

Pacientes aguardam há oito meses por endoscopia no Hospital São José em Joinville 

Demora acontece porque o aparelho está danificado desde julho de 2018. Em nota, a prefeitura informou que está providenciando a manutenção 

20/03/2019 - 13h13 - Atualizada em: 20/03/2019 - 20h36

Compartilhe

Gabriela
Por Gabriela Florêncio
(Foto: )

Pacientes esperam há cerca de oito meses para realizar o exame de endoscopia em Joinville. O procedimento é realizado, pelo Sistema Único de Saúde (SUS), no Hospital Municipal São José. De acordo com o relatório da Secretaria Municipal da Saúde, 841 pessoas estavam na lista aguardando o procedimento. Os dados foram coletados nesta quarta-feira (20). A lentidão acontece porque o aparelho utilizado na realização está danificado desde julho de 2018. Em nota, a prefeitura informou que está providenciando a manutenção.

Por causa da situação, um inquérito civil foi instaurado pelo Ministério Público (MP), no início deste mês, para apurar a falta do equipamento. No documento, o promotor Anderson Adilson de Souza, da 15ª Promotoria de Justiça, levou em consideração diversos fatores para abrir o processo, dentre eles é que a demora na prestação do serviço configura "violação aos direitos dos usuários da rede pública de saúde".

A promotoria solicita informações ao município sobre quais as providencias administrativas estão sendo realizadas frente ao problema, seja a manutenção ou substituição do aparelho. Outra situação apontada pelo MP é que o equipamento foi encaminhado para conserto somente seis meses depois que estragou. O prazo para finalização dos trabalhos era dentro de 15 dias, mas até agora não retornou da manutenção.

A secretária da saúde informa que um equipamento retorna dia 25 do conserto e outros dois equipamentos estão em fase de manutenção. Também está em processo de compra de dois novos equipamentos. Os atendimentos foram feitos com equipamentos emprestados do hospital regional e no momento não há espera de novos exames no São José. A secretária da saúde está em processo de contratação do serviço de endoscopia para atendimento na rede.

MP abriu inquérito para apurar a situação
MP abriu inquérito para apurar a situação
(Foto: )

Pacientes sofrem com a demora

Enquanto o procedimento não está disponível, pacientes sofrem com a demora na realização do exame. Na lista de espera, estão aqueles que não estão em condições clínicas para realização e os que não foram encontrados, além dos pacientes que aguardam a chegada do aparelho para o procedimento.

A dona de casa Zelir da Silva Mariano entrou na fila para agendar um exame para a filha há alguns meses. Depois de perceber a lentidão resolveu pagar a endoscopia em uma clínica particular, mesmo sem condições financeiras. A senhora desembolsou cerca de R$ 500 para fazer o exame.

— A fila é muito grande, até na ouvidoria eu fui e não adiantou. E eu iria esperar até hoje, porque o aparelho ainda está quebrado — explica Zelir.

O relatório de espera para endoscopia ainda mostra que alguns pacientes estão na fila desde 2017,e o último nome na lista foi incluído em 18 de março. no inquérito civil, o MP estipulou o prazo de 20 dias para que a secretaria esclareça as providências que estão planejadas para resolver o problema.

Em nota, a prefeitura ainda informou que equipamento de endoscopia tem previsão para ser reativado dentro de 60 dias. Como alternativa, os exames são realizados com um equipamento cedido pelo Hospital Regional Hans Dieter Schmidt, duas vezes por semana, para atender a demanda do São José. Ainda na nota, a Prefeitura informou que, neste momento, há cerca de 20 pessoas aguardando os atendimentos. E que fila de 841 pessoas é do hospital regional.

Deixe seu comentário:

publicidade