publicidade

Esportes
Navegue por

Opinião

Paixão Alvinegra: faltou o algo a mais em Chapecó

Colunista Ivens Abreu opina diariamente sobre os assuntos do Furacão do Estreito

16/04/2019 - 07h45

Compartilhe

Ivens
Por Ivens Abreu
(Foto: )

Analisando com a cabeça fria, vamos ser coerentes: jogamos um Catarinense com três volantes que não chutam ao gol. Quando vencemos, Denis foi o destaque. Sabemos da saúde financeira, mas o torcedor quer resultados e sangue nos olhos, coisa que eu não vi isso em Chapecó.

Liderança na hora errada

Todos sabem que a diretoria não mede esforços para sanear o clube. Há três meses comandando o Figueirense, Cláudio Honigman tenta colocar a casa em ordem. Apesar da série de partidas invictas, da liderança em grande parte do estadual, perdemos quando não deveríamos e de nada adiantou a campanha.

Buscando algo bom

O colunista tenta sempre arranjar uma palavra de consolo ou de otimismo, mas um time que, na reta final, não vence seus quatro últimos compromissos não pode almejar o título. Perderam para o Joinville, empataram com Hercílio Luz e depois mais duas derrotas: Marcílio e Chapecoense. É pácábá!

Menos mal

Domingo conheceremos o campeão catarinense de 2019. É bom que se diga que nem a vizinhança nem a Chapecoense vão conseguir se igualar ao Figueirense, que continuará sendo o mais vezes campeão do Estado. Só pra lembrar!

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação