nsc
hora_de_sc

publicidade

Opinião

Paixão Alvinegra: Figueirense em boas mãos

Colunista Ivens Abreu opina diariamente sobre os assuntos do Furacão do Estreito       

19/11/2019 - 09h22 - Atualizada em: 19/11/2019 - 09h25

Compartilhe

Ivens
Por Ivens Abreu
Chiquinho Assis, Figueirense
Chiquinho Assis, atual dirigente do Furacão.
(Foto: )

Hoje o Figueirense está nas mãos de quem tem raízes em Florianópolis e com o Figueirense. Nesta segunda-feira, durante a apresentação dos atletas, Chiquinho de Assis, os companheiros de diretoria e a comissão técnica se reuniram no meio do campo para uma resenha interessante capitaneada pelo atual presidente.

Não tive o teor da conversa. Na minha opinião, devem ter acontecido cobranças e, sem duvidas, promessas de premiação para a permanência.

O que vou dizer lá em casa?

No domingo, contra o Cuiabá, a dupla de zagueiros Pereira e Heliton não comprometeu o jogo. Conrado, um carrapato, bom marcador, desarma e apoia bem.

Betinho incansável, mesmo com a arritmia antes do jogo foi o destaque da partida.

Parece piada. Toda vez que chego em casa depois do jogo meu neto pergunta: "Aí, vô, o Figueira ganhou?"

A resposta é sempre a mesma.

Nada definido

Mais uma semana cheia de treinamentos para os atletas e novas esperança aos torcedores.

Hoje estamos fora da zona graças aos resultados proporcionados com os que lutam pela sobrevivência.

Já deixamos passar várias oportunidades de hoje estarmos tranquilos e garantidos, agora temos que esperar bons resultados nas duas últimas rodadas.

O torcedor está dividido

Os e-mails e as conversas via internet, as opiniões e os desagrados dos torcedores são enormes, não adianta tapar o céu com peneira. Falta qualidade ao nosso time e só um esforço fora do comum para conseguir manter o clube para ter um centenário mais feliz.

Serei radical

Perder uma penalidade, um gol decisivo, até é aceitável, pois errar é humano. Só que os erros que os atletas estão cometendo já passaram da conta.

São vários pênaltis, passes errados e gols perdidos.

Não adianta depois ir à mídia e pedir desculpas, o negócio é no próximo jogo mostrar dentro de campo que aquele erro foi uma casualidade e não se repetirá.

Não é por isso que vou deixar de ter paixão alvinegra, mas a rapaziada tem que caprichar mais, estamos na reta final.

Leia as últimas notícias do Furacão do Estreito​ ​Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.​

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Esportes

publicidade

Colunistas

    publicidade

    publicidade

    publicidade