nsc

publicidade

Opinião

Paixão Alvinegra: o domador de leão

Colunista Ivens Abreu opina diariamente sobre os assuntos do Furacão do Estreito  

14/03/2019 - 07h50

Compartilhe

Ivens
Por Ivens Abreu
(Foto: )

No meu tempo de criança, a atração maior do circo era o domador do leão. Sabe aquele cara com cartola, colete, um chicote nas mãos e uma cadeira na outra dentro de uma jaula? É assim que o Figueirense tem que se portar. No lugar do chicote, usar as chuteiras e fazer os gols, domando o da juba e fazendo a alegria da nação alvinegra.

Contagem regressiva

O Figueirense treina intensivamente focado no clássico maior de Santa Catarina. Diferentemente da vizinhança, Hemerson Maria tem tempo suficiente para preparar a equipe para esse confronto. Nosso adversário tem um compromisso importante hoje, pela Copa do Brasil, e isso não é desculpa. É evidente que gostaríamos de estar enfrentando esse tipo de problema também, mas não é o caso.

Respeito é bom e eu gosto

O técnico Geninho não é bobo nem nada. Respeitando e por precaução, poupou o meia Douglas, a maior contratação da temporada, para poder enfrentar o Furacão do Estreito no nosso salão de festas.

Na verdade, queremos um adversário com todos em campo. Se for para vencer, que venham completos. Será também o jogo da aposentadoria do Galego. Se perguntar não ofende: pela idade dele e do Douglas, 37 anos, os dois não deveriam se aposentar?

Deixe seu comentário:

publicidade