publicidade

Opinião

Paixão Azurra: com a cara do departamento de futebol 

Colunista Vinícius Bello opina diariamente sobre os assuntos do Leão da Ilha            

13/08/2019 - 07h30

Compartilhe

Vinícius
Por Vinícius Bello
(Foto: )

O empate ainda não saiu da cabeça do torcedor. A vitória parcial até os acréscimos acendia, em alguns avaianos, a chama de esperança de uma reação no Brasileiro. Com um jogador a mais, sofremos o empate nos acréscimos contra um Cruzeiro que não mostrou o menor esforço no decorrer do jogo. Uma verdadeira machadada no sentimento do torcedor.

O segundo gol deles, com requintes de crueldade após quatro minutos de análise do VAR, foi a cara do departamento de futebol azurra.

Paulinho, craque do Marcílio Dias, promoveu uma entregada monumental, como em todos os outros jogos em que vestiu a camisa avaiana. Douglas, ex-jogador em atividade, brincou de showball dentro da área adversária quando teve a oportunidade de matar o jogo. Bruno Sávio, o grande reforço da Copa América, não consegue passar por nenhum adversário. Participação decisiva das grandes contratações promovidas por aqueles que “pensam” o futebol do Avaí.

Apareceu

O presidente Battistotti voltou a aparecer nesta segunda (12) nas redes sociais do clube. Se engana quem pensa que o intuito foi dar explicações sobre a pior sequência do Avaí desde a década de 80 e a pior campanha de toda a história da Série A. Teve comitiva para visitar o novo aeroporto com jogadores, dirigentes e comissão. Nos bons momentos, o microfone é desejado pelo mandatário.

Deixe seu comentário:

publicidade