nsc

publicidade

Opinião

Paixão Azurra: Mudança tática é urgente no Avaí 

Colunista Vinícius Bello opina diariamente sobre os assuntos do Leão da Ilha 

11/09/2019 - 07h14

Compartilhe

Vinícius
Por Vinícius Bello
(Foto: )

Como já dito inúmeras vezes, é fato que o elenco avaiano é incompatível com o desafio de permanência na Série A do Campeonato Brasileiro. Porém, é fato também que, com o elenco que temos, o modelo de jogo e formação tática adotada por Alberto Valentim tende a aumentar ainda mais o insucesso do time.

Sob o comando do treinador, o Avaí viu crescer sua fragilidade defensiva, com pouca evolução na parte ofensiva, setor que era para ter alguma melhora. A principal razão para esse fato é pouca marcação na linha de meio-campo composta por Pedro Castro e Richard Franco.

O primeiro, por maior esforço que coloque em campo, tem pouca mobilidade, prejudicando a intensidade na marcação. Já o paraguaio, que tem intensidade e força, carece na noção tática e posicionamento, usando mais os atributos físicos para chegar na frente do que auxiliar na fase defensiva.

Uma alternativa seria mais um jogador entre as duas linhas, perto do 4-1-4-1, que poderia ser o colombiano Mosquera. É preciso ter mais noção da carência de qualidade e jogar dentro da realidade do Avaí, e alterar o esquema tático atual, que já provou seu insucesso, é o primeiro passo.

Copa SC

Evando está tendo a oportunidade de dirigir o Leão na Copa Santa Catarina. Após estreia com vitória fora de casa contra o Almirante Barroso, o Avaí encara hoje, na Ressacada, o Marcílio Dias, às 20h10min.

Deixe seu comentário:

publicidade