nsc

publicidade

Opinião

Paixão Azurra: o que importa agora é estar na Ressacada

Colunista Vinícius Bello opina diariamente sobre os assuntos do Leão da Ilha

09/11/2018 - 04h55

Compartilhe

Por Redação NSC
(Foto: )

Passaram-se 35 rodadas do campeonato ficamos entre os quatro primeiros em 24 delas. Temos um dos melhores ataques da competição, uma das melhores defesas da competição, o melhor saldo, um dos artilheiros, seis partidas sem derrotas, enfim. Estamos na reta final, faltando três jogos, e vivos na luta pelo acesso. Apesar da frustração por deixarmos escapar a vitória que estava nas mãos na última rodada, precisamos levantar a cabeça, pois ainda temos grandes chances. Somos nós que estamos no G-4, nós que dependemos somente das nossas forças.

Para vencer o líder, precisamos lotar a Ressacada e empurrar o Avaí os 90 minutos. Agora não importa mais o que se passou até aqui, somente o jogo de amanhã. E conseguiremos a vitória!

Adversário

Já com o acesso à Série A garantido, o Fortaleza busca agora o título, que escapou por pouco na última rodada, para a infelicidade do Avaí. Poderiam vir de ressaca, possivelmente com a equipe reserva, mas o empate do CSA, já no final do jogo, adiou a festa do Fortaleza. Agora, precisam de um empate na Ressacada para dar a volta olímpica. Quem se lembra de 2004, não merece vê-los fazendo a festa no nosso estádio.

Rogério Ceni terá todo o elenco à disposição, que tem como principal arma a força ofensiva, especialmente com Dodô, Marcinho e Gustagol, artilheiro do time.

Confira a tabela da Série B do Brasileiro

Leia mais colunas da Paixão Azurra

Fique por dentro de tudo que é notícia sobre o Avaí

Secador e curioso? Espia a coluna do vizinho também

Dica da Hora: acesse também a coluna do Rodrigo Faraco

Deixe seu comentário:

publicidade