publicidade

Opinião

Paixão Azurra: o time sofre e o presidente se ausenta

Colunista Vinícius Bello opina diariamente sobre os assuntos do Leão da Ilha    

15/07/2019 - 08h12

Compartilhe

Vinícius
Por Vinícius Bello
(Foto: )

O Avaí já acumula 13 jogos sem vitória em competições diversas. São mais de 90 dias em que o torcedor não sente a sensação de um triunfo. Depois de jogar na lata do lixo nove rodadas, chegou a tão falada parada da Copa América, em que os problemas seriam resolvidos.

Logo na primeira semana o presidente Battistotti foi viajar. O tempo passou e, mais uma vez, as promessas não se concretizaram. Após a retomada já com derrota, novamente o mandatário está de partida. Vai acompanhar a equipe sub-17 em um torneio na Suécia. Enquanto isso, um elenco pífio para Valentim tentar um milagre.

Escolhas

Decidimos aguardar pela confirmação da equipe, mas a anomalia realmente ocorreu. Luanderson foi escalado como zagueiro, e o resultado, obviamente, foi um desastre. Julinho em campo também é completamente injustificável. A equipe mostrou evolução, mas esse tipo de escolha equivocada já deixa o torcedor desconfiado.

Vergonha

Atitude vergonhosa e ridícula do Avaí de proibir entrevistas a um veículo de comunicação que, por sinal, era o único local cobrindo a equipe em Fortaleza. Segue a desesperada tentativa de desviar as atenções para o trabalho pífio realizado pelos dirigentes.

Deixe seu comentário:

publicidade