nsc

publicidade

Opinião

Paixão Azurra: repercussão muito negativa da nova camisa do Avaí

Colunista Vinícius Bello opina diariamente sobre os assuntos do Leão da Ilha    

21/09/2019 - 07h55

Compartilhe

Vinícius
Por Vinícius Bello
Muitas críticas sobre o terceiro uniforme do Avaí
Muitas críticas sobre o terceiro uniforme do Avaí
(Foto: )

O clube lançou sua camisa de número três, que fará sua estreia já na partida de segunda, na Ressacada, diante do Atlético-MG. Outras camisas lançadas pelo Leão geraram polêmica e dividiram opiniões como, por exemplo, a tonalidade de azul utilizada em 2016 e 2017. Desta vez, no entanto, o clube obteve praticamente uma unanimidade negativa.

O modelo utilizado pela fornecedora faz alusão aos anos 90, que ficou marcado pelos uniformes, digamos, extravagantes. Nesse sentido, as cabeças pensantes que produziram a nova camisa do Leão capricharam, deixando a vestimenta exótica até mesmo para aquele período, imaginem para os dias atuais. Figuras desconexas e tonalidades distintas deixam a sensação de que juntaram diversas camisas em uma só. Claro que gosto não se discute e cada um tem o seu, mas nas redes sociais o que se observou foi uma enorme reação de descontentamento.

Absolutamente nada imprevisível, pois salta aos olhos a excentricidade, para não usar outro termo. Nesse sentido, pergunta-se como os diretores do clube não se insurgiram contra o modelo proposto pela fornecedora. Ainda que a linha seja comemorativa, outras equipes receberam camisas mais sóbrias, mesmo que em homenagem a década de 90, como o Grêmio.

Para completar, a “linda” camisa estará a venda pela bagatela de R$ 269,90. Esperamos que seja um sucesso de vendas, mas pela reação dos torcedores a camisa já nasceu um verdadeiro fracasso.

Deixe seu comentário:

publicidade