publicidade

Esportes
Navegue por

Opinião

Paixão Azurra: vinda de Brenner é só o primeiro passo

Colunista Vinícius Bello opina diariamente sobre os assuntos do Leão da Ilha      

14/05/2019 - 07h45 - Atualizada em: 14/05/2019 - 19h34

Compartilhe

Vinícius
Por Vinícius Bello
(Foto: )

Após a confirmação na noite de ontem do repasse do centroavante Brenner, pertencente ao Internacional, ao Avaí retira-se uma posição na lista de demandas por reforços no departamento de futebol. Falta muito para termos um elenco competitivo o suficiente para disputar a permanência na elite.

Os dirigentes sabem que ainda necessitamos de dois laterais, um esquerdo e um direito, e atacantes que atuem pelos lados do campo. João Paulo precisa ser centralizado, reduzindo a carência no setor de criação, e talvez um volante para jogar com Pedro Castro ainda seja necessário.

O prejuízo inicial já está feito e agora teremos que correr atrás. Sabemos que os jogadores possuem as características de raça, determinação e vontade, mas na parte técnica estamos muito atrás, e é papel dos dirigentes proporcionar ao técnico Geninho um elenco que lhe ofereça condições de competir. Já era para ter em mãos, na verdade.

Enorme

Se podemos destacar algo da partida de domingo contra o CSA, sem dúvidas foi a entrada em campo do Avaí. O sonho do senhor Nilson era conhecer Betão e entrar com os jogadores do Leão no gramado, e foi realizado graças a alguns torcedores nas redes sociais e o capitão, que, além de grande jogador, é uma pessoa espetacular e que se firma cada vez mais como ídolo. A cena foi destacada nacionalmente.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação