nsc
hora_de_sc

Arte

"Palavra Tomada", do artista Sérgio Adriano H, entra em exposição em Florianópolis

Projeto premiado no Edital Elisabete Anderle vai circular por dez cidades de Santa Catarina entre os dias 9 e 27 de novembro

05/11/2021 - 13h07

Compartilhe

Marina
Por Marina Martini Lopes
Palavra Tomada Sérgio Adriano H
O projeto vai passar ainda por Criciúma, São José, Itajaí, Chapecó, Joinville, Jaraguá do Sul, Blumenau, São Francisco do Sul e Lages
(Foto: )

O artista Sérgio Adriano H, que vive e atua entre Joinville e São Paulo (SP), volta a circular por dez cidades de Santa Catarina com o projeto Palavra Tomada, premiado no Edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura - Artes 2019. A jornada começa em 9 de novembro, na Fundação Cultural BADESC, em Florianópolis. A exposição gratuita acontece das 10h às 15h, na Rua Visconde de Ouro Preto, 216, no Centro.

> Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

O projeto vai passar ainda por Criciúma (10/11), São José (11/11), Itajaí (12/11), Chapecó (13/11), Joinville (16/11), Jaraguá do Sul (17/11), Blumenau (23/11), São Francisco do Sul (24/11) e Lages (27/11). A programação completa com horários e locais está disponível no site do artista.

- Ultrapassar fronteiras de espaço, expectativas, cores, credos, classes sociais e instituições intelectuais é um dos fundamentos da minha arte - explica Sérgio, que ressalta que os projetos são baseados em falar com pessoas. - Mais que uma escolha, é o que me move.

> Batman no cinema: a trajetória até o filme estrelado por Robert Pattinson

Papel político

A exposição Palavra Tomada afirma-se num contexto de resistência. Embasam o projeto dados da atual realidade brasileira, com o aumento dos índices de morte e violência contra mulheres e jovens negros/pardos. Sérgio Adriano, que tem duas décadas de carreira, assume um papel político para denunciar práticas eurocêntricas, colonizadoras e racistas. As palavras interessam ao artista, que desconstrói discursos históricos, "verdades apresentadas", como ele prefere dizer.

Suas investigações passam pelas enciclopédias, dicionários, livros de arte e revistas. Nestas imagens, recorta palavras para montá-las em carimbos apresentados na boca do artista. Com os lábios cerrados, mostra, entre outras, as palavras "preto" e "ordem e progresso".

- A obra de Sérgio Adriano se caracteriza por trazer em si esmero técnico, conceitual, político e talvez, principalmente, pela conscientização através da palavra, do "verbo"- afirma a curadora Rosana Paulino. - Em tempos de destruição do país através de políticas suicidas calcadas em um individualismo extremo, Sérgio faz da palavra elemento fundamental na construção de uma poética potente que investiga a população negra no Brasil, marcada desde o berço para ocupar espaços pré-determinados e de pouca visibilidade.

> Melhores filmes de terror brasileiros de todos os tempos

Rosana, que também é artista, é referência na luta contra a invisibilidade da produção afro-brasileira no circuito de arte contemporânea. Usa seus conhecimentos para denunciar obstáculos engendrados pelo racismo estrutural, defende a ampliação dos limites institucionais e o protagonismo dos negros na sociedade.

Projeto Palavra Tomada, do artista Sérgio Adriano H

A partir de 9 de novembro, terça-feira

Visitação das 10h às 15h

Fundação Cultural BADESC (Rua Visconde de Ouro Preto, 216, Centro - Florianópolis)

Entrada gratuita

Leia também:

> Quanto Mais Vida, Melhor!: conheça a nova novela das sete da Globo

> Metallica anuncia datas de shows no Brasil para maio de 2022

> Fernanda Abreu: "Acho que vou ser uma velhinha de 90 anos 'garota sangue bom'"

Colunistas