nsc
    an

    publicidade

    Spin Up Summit apresenta

    Palestrante do Spin Up Summit, Sandro Bertotti fala sobre a construção de mindset 

    Presença confirmada no Spin Up Summit, o diretor de transformação digital do Grupo Lunelli vai falar sobre como usar a inovação como catalizador da digitalização

    09/10/2019 - 16h54 - Atualizada em: 09/10/2019 - 16h57

    Compartilhe

    Estúdio
    Por Estúdio NSC
    Palestrante do Spin Up Summit, Sandro Bertotti fala sobre a construção de mindset
    (Foto: )

    O Spin Up Summit acontece nos próximos dias 16 e 17 de outubro, em Jaraguá do Sul. Com cerca de 80 palestrantes, é considerado o maior evento startup+indústria da América Latina. Os ingressos ainda estão disponíveis no site.

    Um dos participantes é Sandro Bertotti, que responde algumas perguntas sobre o tema de sua palestra nesta entrevista exclusiva. Confira:

    Como a necessidade de inovar tem impactado as indústrias e o segmento de varejo no Brasil?

    Inovar sempre foi uma premissa em toda e qualquer indústria. Mas, o que está acontecendo é que a velocidade dos processos e da mudança de comportamento dos consumidores têm trazido grandes desafios para os negócios. Como os varejistas estão preparados para suportar esse novo comportamento do cliente que quer, cada vez mais, uma relação que seja carregada de propósito, que faça com que esse consumidor seja percebido da mesma forma, independentemente, do canal com que ele se relaciona com a marca?O grande desafio de inovação é integrar isso tudo, entender o que faz sentido para esse consumidor.

    As marcas, em geral, estão preparadas para as mudanças exigidas por esse novo cenário?

    Há uma demanda reprimida bastante grande no mercado brasileiro. Existem alguns insights interessantes e algumas marcas saindo na frente, preparando-se e se estruturando, com alguns cases bastante consistentes. Isso não reflete uma situação de mercado, acho que tem uma demanda reprimida muito grande por adoção de tecnologia e acho que isso deve se intensificar nos próximos anos.

    Como a cultura organizacional e a transformação digital se convergem?

    Na verdade, elas não vivem uma sem a outra. No fundo, transformação digital e cultura organizacional têm um pilar que é superimportante para ambas: as pessoas da organização. Não adianta falarmos de transformação digital, trazer tecnologia, gastar rios de dinheiro, se não temos um olhar sobre as necessidades ou exatamente o que as pessoas precisam resolver. Então, quando falamos em transformação digital, estamos falando da forma que executamos uma tarefa. Quem executa as tarefas são as pessoas. Por isso, quando tratamos de transformação digital, é obrigatório falar de cultura organizacional, uma cultura que também seja voltada ao digital.

    Como identificar o momento de uma organização que justifique ela se transformar digitalmente?

    Nenhuma organização acorda e diz assim: quero me transformar digitalmente. Mesmo porque a transformação digital não é fim, não é o objetivo de uma organização. Ela é só um meio para que possa cumprir as suas estratégias, executar os seus planos, abrir novos mercados. Então, ela vem para ajudar as organizações a se desenvolverem, a criarem novos modelos de negócios, a abrirem novas perspectivas. Dizer que a transformação digital é o objetivo de uma organização é fatalmente fazer com que uma organização gaste rios de dinheiro sem ter um objetivo claro.

    Como as startups podem contribuir nesse processo?

    As startups têm um papel bastante interessante nesse movimento porque, no meu ponto de vista, elas podem encurtar muito o caminho para a adoção de tecnologia. As organizações por si só têm o seu dia a dia, suas atividades fins, seus business para serem executados, as áreas de tecnologia e inovação idem, mas as startups podem trazer esse frescor, esse pensar diferente, a visão de novas oportunidades que, às vezes, não conseguimos criar dentro de uma organização. Outro ponto que também é preciso desmistificar é que, na criação de inovação, não deve existir a ideia de que vamos achar uma startup que irá resolver os nossos problemas. Na verdade, são agendas complementares, pequenos problemas que poderão ser resolvidos e, com base nessas agendas, termos uma evolução em termos de digitalização.

    Serviço:

    O quê: Spin Up Summit

    Quando: 16 e 17 de outubro

    Onde: Scar (Rua Jorge Czerniewicz, 160, Jaraguá do Sul, SC)

    Quanto: 2º lote a partir de R$ 254,15 com cupom da NSC.

    Para mais informações, acesse o site do evento.

    Deixe seu comentário:

    publicidade

    publicidade

    publicidade

    publicidade