publicidade

Economia
Navegue por

Daniel Leipnitz

Para a Ilha do Silício, um mar de novas possibilidades

Parceria entre ACATE e inovabra habitat, ambiente de coinovação do banco Bradesco, representa grande potencial de geração de negócios para empresas catarinenses

15/05/2019 - 05h15

Compartilhe

Por Tech SC
florianópolis
Capital de Santa Catarina é conhecida como a Ilha do Silício brasileira.
(Foto: )

daniel
(Foto: )

A Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) divulgou, nesta segunda-feira (13), o Índice FIEC de Inovação dos Estados - 2018. O estudo analisa o ecossistema de inovação dos estados brasileiros por meio dos critérios de Capacidades — com os subitens Capital Humano, Infraestrutura de Telecomunicações, Investimento Público em Ciência e Tecnologia e a Inserção de Mestres e Doutores na Indústria — e de Resultados — avaliando Propriedade Intelectual, Produção Científica, Competitividade Global em Setores Tecnológicos e Intensidade Tecnológica da Estrutura Produtiva.

Santa Catarina figura entre os dez estados mais inovadores, segundo o estudo, ocupando a sexta posição no ranking nacional. Isso mostra a robustez do nosso ecossistema no cenário nacional, e reforça a importância da inovação para o desenvolvimento da economia.

Neste contexto, vemos um movimento em que grandes empresas têm demonstrado apoio ao setor de tecnologia, que é o grande motor da inovação de Santa Catarina, o que acreditamos que contribui positivamente para o nosso resultado no estudo e para o avanço de posições maiores no futuro. É o caso do banco Bradesco.

No fim do último mês de abril, a ACATE formalizou com a instituição paulista, por meio de seu braço de inovação, inovabra, uma parceria que nos traz muito orgulho e alegria. O intuito desta parceria é fomentar o setor de tecnologia de Santa Catarina e ampliar as conexões de empresas catarinenses com grandes corporações de São Paulo.

A parceria da ACATE com uma entidade de tamanha reputação e credibilidade consolidadas ao longo de seus mais de 75 anos de atuação é fruto de um relacionamento de anos desenvolvido entre as duas instituições, e que avança de forma muito positiva.

Palestras promovidas pela ACATE ao longo dos últimos anos, no Brasil e no mundo, e a disseminação de nosso posicionamento de inovação começam a chamar a atenção das principais empresas que atuam no Brasil, como é o caso do Bradesco. A percepção, por parte do banco, da relevância do ecossistema catarinense foi resultado de um trabalho de anos e que contou com o apoio de diversas entidades da cidade e do estado.

A assinatura do termo de parceria representa, para ambos, uma grande possibilidade de geração de novos negócios. Particularmente, para as empresas catarinenses e para a ACATE, representa ainda a possibilidade de ampliação da nossa atuação em São Paulo, cidade que concentra a maior parte da geração de renda brasileira e onde já temos um escritório.

Em seu processo de expansão da atuação, o ambiente de coinovação do Bradesco, inovabra habitat, busca novos ambientes que proporcionem bons contatos, netwoking de qualidade e, por fim, geração real de negócios. Foi, então, em Recife, com o parque tecnológico Porto Digital, e em Santa Catarina, por meio da ACATE, que o banco encontrou as primeiras respostas ao que estavam buscando.

O ecossistema de inovação de Santa Catarina foi o primeiro que atraiu a atenção dos diretores do inovabra habitat, resultando no fato de que a primeira visita a um potencial ecossistema de inovação parceiro no Brasil foi na capital catarinense.

O potencial desta parceria, principalmente para o lado catarinense, está na abertura de portas para as empresas catarinenses de tecnologia perante o Bradesco. No inovabra habitat, são residentes 190 startups de base tecnológica e 70 corporates com ideais de inovação e com dores que esperam solucionar com produtos das startups.

Ao expandir seu alcance vindo para o ecossistema catarinense, nossas empresas passam a integrar esse rol de soluções que podem resolver dores, o que gera também a oportunidade de desenvolver projetos em conjunto com as startups do ecossistema do Bradesco e se aproximar de grandes empresas que são clientes do banco e estão buscando por soluções inovadoras para seus negócios já consolidados.

Os benefícios são incontáveis para os dois lados da parceria e estamos muito felizes pelo reconhecimento que a parceria representa, tanto para a ACATE quanto para o ecossistema catarinense de tecnologia e inovação.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação