nsc

publicidade

De olho no Z-4

Para Emerson, Avaí tem de minimizar erros no clássico contra o JEC

Zagueiro espera pela oportunidade de reassumir a titularidade no time azurra

12/11/2015 - 18h52 - Atualizada em: 12/11/2015 - 19h08

Compartilhe

Por Redação NSC
Com a suspensão de Jubal, Emerson (foto) espera ganhar uma chance contra o Joinville
Com a suspensão de Jubal, Emerson (foto) espera ganhar uma chance contra o Joinville

O retorno do zagueiro Emerson ao time titular do Avaí está encaminhado. Com a suspensão de Jubal por ter levado o terceiro cartão amarelo contra o Atlético-PR, o experiente jogador espera por sua vez. E, de olho no clássico contra o Joinville, na quarta-feira que vem, na Ressacada, ele quer ver o Leão errando o mínimo possível para seguir firme na luta pela permanência na Série A.

Conformado, Kleina se despede: "Criar um fato novo é super interessante"

Críticas dos jogadores e maus resultados derrubaram Kleina no Avaí

Os desafios de Avaí, Chapecoense, Figueirense e JEC na reta final da Série A

Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, Emerson contou o que espera contra o JEC:

- Estamos trabalhando bastante. Lógico que temos que começar a melhorar nossos números. São quatro jogos em que temos que minimizar os erros. A gente sabe que tem um jogo importante contra o Joinville, em casa, com nosso torcedor. Acredito que o trabalho que estamos fazendo durante a semana vai trazer resultado. E vai nos dar confiança para colocar no jogo.

Apesar da ameaça de rebaixamento, o zagueiro diz que acredita no elenco do Avaí, e espera que na reta final do Brasileirão o time consiga recuperar o futebol de suas melhores atuações.

- A situação não é boa. A gente sabe que, se não vencer, pode entrar na zona de rebaixamento. Sabemos também que temos qualidade. Já mostramos em outros jogos. Acredito que contra o Joinville vamos estar focados para conseguir esse recultado - finaliza Emerson.

Leia mais notícias sobre o Avaí

Confira a situação do Z-4 da Série A

Sobre o provável desfalque do meia Marquinhos, que passará por cirurgia no joelho lesionado e só voltará no ano que vem, o zagueiro procura manter a serenidade. Exalta o sacrifício do colega e ídolo da torcida por ter jogado em meio a uma lesão, mas reconhece que é hora de ele se cuidar:

- Se for melhor para ele fazer a cirurgia, a gente vai abraçar ele e correr por ele. Foi um cara que se sacrificou bastante com essa situação do joelho para nos ajudar.

O Avaí ocupa a 16ª colocação da Série A, com 35 pontos, um a mais do que o Goiás, primeiro time dentro do Z-4.

Deixe seu comentário:

publicidade