nsc
dc

Estiagem

Para garantir abastecimento, Chapecó terá redistribuição de água durante a noite 

Casan diz que manobras operacionais vão garantir que os bairros recebam água pelo menos uma vez ao dia 

30/01/2020 - 11h35 - Atualizada em: 30/01/2020 - 11h36

Compartilhe

Lariane
Por Lariane Cagnini
abastecimento
Nível do Lajeado São José está baixo
(Foto: )

Com a baixa do nível da água nos reservatórios que abastecem Chapecó, a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) anunciou algumas medidas. Durante a noite, período de menor consumo, haverá redistribuição da água. A intenção é manter o fornecimento para todos os bairros, mesmo com o baixo volume do Lajeado São José, principal manancial utilizado para abastecimento.

O trabalho de monitoramento e de controle de pressão é constante, para garantir que pelo menos uma vez ao dia todos os moradores recebam água em suas residências, explica o superintendente Regional da Casan na região Oeste, Daniel Scharf.

— Vamos aproveitar especialmente o período da noite, de menor consumo, para redistribuir a água da melhor maneira possível — resume Scharf.

Na terça-feira, a prefeitura de Chapecó assinou um decreto de situação de emergência por conta da estiagem. O documento, segundo o chefe da agência de Chapecó, Bruno Comunello Eleotero, serve como alerta para a população continuar economizando água, e para que os moradores priorizem o uso em ações essenciais.

— Em algumas localidades mais distantes da estação de tratamento, devido ao consumo que ocorre no caminho, e queda da pressão nas redes de distribuição, o abastecimento se torna mais difícil. Com o trabalho operacional buscamos manter o fornecimento de água para todos, mesmo que ele seja descontínuo em alguns momentos — explica Eleotero.

Uma bomba flutuante foi instalada para captação de água no Rio Tigre, manancial secundário, para ajudar a manter a captação, tratamento e distribuição nesse período. Em Chapecó, choveu apenas 55 milímetros em janeiro, sendo que a média histórica para o mês costuma ficar entre 150 mm e 190 mm na região.

Dicas para economizar água

- Tome banhos mais breves;

- Feche a torneira ao escovar os dentes e ao fazer a barba;

- Não lave a louça com água corrente: passe rapidamente água nas louças, ensaboe os pratos e utensílios. Abra a torneira apenas para enxaguar;

- Não lave roupa com água corrente;

- Só ligue a máquina de lavar louça ou a de lavar roupa com capacidade total: o consumo é igual se ela não estiver cheia.

- Não use água como vassoura. Em calçadas e áreas pavimentadas, primeiro varra a sujeira, depois lave com a utilização de um balde;

- Em épocas de estiagem evite lavar seu automóvel;

- Reaproveite a água usada na lavação de roupas para outros fins, como lavar calçadas;

- Regule a válvula de descarga: esse cuidado pode reduzir o consumo pela metade.

Fonte: Casan.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Cotidiano

Colunistas