nsc
dc

Política

Partidos divulgam datas das convenções que definem o cenário eleitoral em SC

Siglas devem se reunir e oficializar candidatos entre 20 de julho e 5 de agosto, conforme calendário da Justiça Eleitoral

16/07/2018 - 00h01 - Atualizada em: 17/07/2018 - 09h15

Compartilhe

Por Redação NSC

A quatro dias do período das convenções que definirão os candidatos nas eleições de 2018, os principais partidos catarinenses têm agendadas as datas e locais dos encontros, indicando as estratégias das campanhas e o rumo que a disputa ao governo do Estado tomará a partir de agora.

O prazo determinado pela Justiça Eleitoral começa na próxima sexta-feira e vai até 5 de agosto. Sigla com mais apoios de outras legendas já oficializados e que há mais tempo vinha anunciando seu pré-candidato – o deputado estadual Gelson Merisio –, o PSD marcou a convenção para este sábado. Com mais 11 partidos já confirmados na base do projeto, o objetivo é mostrar força e deixar claro desde a largada que o candidato é Merisio.

Perto do outro extremo do prazo está o MDB, que marcou encontro para 4 de agosto, quando o deputado federal Mauro Mariani deve ser confirmado candidato. Até lá, o partido observa a movimentação dos adversários e costura apoios – o mais próximo é o do PR do também deputado federal Jorginho Mello, que neste cenário concorreria ao Senado. A própria sigla, que promove seu encontro um dia depois dos emedebistas, admite estar em negociações com o “MDB e com outros partidos” e projeta uma definição para os próximos dias, provavelmente antes das convenções.

No meio do calendário está o PSDB, que reúne os correligionários em 29 de julho na Expoville, em Joinville. Cortejados pelo MDB e pelo PSD, os tucanos caminham para oficializar uma chapa pura com o senador Paulo Bauer ao governo (ideia reforçada com a convenção marcada para a cidade base eleitoral dele) e o ex-prefeito de Blumenau Napoleão Bernardes ao Senado.

O PT, também cada vez mais perto de disputar sozinho o primeiro turno, faz convenção em 5 de agosto. O local ainda está sendo escolhido, mas será na cidade de Blumenau, base eleitoral do deputado federal Décio Lima, que deve ser confirmado candidato ao governo estadual.

A Rede marcou o encontro para oficializar Rogério Portanova candidato já para o dia 20 de julho, em Florianópolis, enquanto o PSOL se reúne em 4 de agosto para formalizar Leonel Camasão na cabeça de chapa. O PP, que hoje é atrelado ao projeto do PSD de Merisio mas tem o deputado federal Esperidião Amin como pré-candidato próprio, agendou convenção para 28 de julho, mas a data ainda pode ser alterada.

O DEM, cobiçado por quase todos os maiores partidos mas que até agora mantém a pré-candidatura do deputado federal João Paulo Kleinübing, não divulgou a data da convenção até esta terça-feira

Agenda das convenções

Os principais partidos já anunciaram a data dos encontros que vão confirmar o nome dos candidatos ao governo de SC*

Rede

Data: 20 de julho

Horário: 19h

Local: sede do partido, em Florianópolis

PDT

Data: 21 de julho

Horário: 10h

Local: Alesc, em Florianópolis

PSD

Data: 21 de julho

Horário: 10h

Local: Alesc, em Florianópolis

PSB

Data: 21 de julho

Horário: 9h

Local: Assembleia Legislativa, em Florianópolis

PP

Data: 28 de julho**

Horário: indefinido

Local: Alesc, em Florianópolis

PSDB

Data: 29 de julho

Horário: 9h às 13h

Local: Expoville, em Joinville

MDB

Data: 4 de agosto

Horário: 9h às 15h

Local: Alesc, em Florianópolis

PSOL

Data: 4 de agosto

Horário: indefinido

Local: indefinido

PR

Data: 5 de agosto

Horário: 9h às 15h

Local: Alesc, em Florianópolis

PT

Data: 5 de agosto

Horário: a partir das 10h

Local: na cidade de Blumenau, mas com local ainda indefinido

*DEM não definiu até terça-feira

**ainda sujeito a alteração

Calendário eleitoral

Até 5/8

Período de propaganda intrapartidária: os políticos com vistas à indicação de seu nome pelo partido podem se autopromover, junto dos filiados de seu partido político, para que o escolham como candidato

17/7 a 23/8

Período de habilitação do eleitor para voto em trânsito

20/7 a 5/8

Período para as convenções partidárias escolherem as coligações e os candidatos

20/7

Início da proibição de enquetes relacionadas ao processo eleitoral

20/7 a 15/8

Período para requerimento de registro de candidaturas à Justiça Eleitoral

16/8 até 5/10

Período da propaganda eleitoral nas ruas e na internet

15/8 até 24/8

Período para elaboração do plano de mídia pelo TSE e TREs

31/8 a 4/10

Período da propaganda eleitoral gratuita em rádio e TV

7/9

Último dia para preenchimento das vagas remanescentes para as eleições proporcionais

9/9

Data da 1o parcial da prestação de contas

17/9

Data do julgamento de todos os pedidos de registro de candidatura

22/9 a 7/10

Período em que nenhum candidato poderá ser detido ou preso, salvo em flagrante delito

2/10 a 9/10 (após as 17h)

Período em que nenhum eleitor poderá ser detido ou preso, salvo em flagrante delito, por sentença por crime inafiançável ou desrespeito a salvo-conduto

4/10

Último dia para debates, comícios, reuniões públicas ou promoção de comícios

16/8 a 6/10 (até 22h)

Período para distribuição de material gráfico, caminhada, carreata e carro de som

7/10

Votação do primeiro turno

28/10

Votação do segundo turno

Colunistas