nsc
dc

Sistema antifurto

Passageiro já pode ver na TV trajeto de mala na hora do desembarque

Ainda neste ano, os 13 aeroportos da Copa terão o sistema, que começou a ser testado em Brasília e no Galeão

01/03/2012 - 03h55

Compartilhe

Por Redação NSC

Em meio à onda de furtos de malas em aeroportos do País, a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) quer mostrar ao passageiro o que passa por trás das esteiras. Enquanto espera a bagagem, ele acompanha em uma tela imagens de câmeras de segurança que mostram funcionários manuseando e colocando as malas dos carrinhos nas esteiras. Ainda neste ano, os 13 aeroportos da Copa terão o sistema, que começou a ser testado em Brasília e no Galeão, no Rio de Janeiro, há 15 dias.

Reclamações sobre bagagens furtadas, extraviadas ou danificadas são frequentes entre passageiros. Só no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, mais de 1,3 mil casos de furtos foram registrados em 2011 - o local deve ser o próximo a receber as câmeras. Em Brasília, esse tipo de crime cresceu quase 30% em relação a 2010. As queixas se repetem no Galeão, no Santos Dumont, em Porto Alegre e qualquer aeroporto de grande movimento. Em Congonhas, na zona sul de São Paulo, 27 furtos por mês foram registrados, em média, no ano passado.

Para a Infraero, câmeras podem inibir a ação dos ladrões pelo menos na fase final de devolução da bagagem - a entrega na esteira.

- Há um questionamento do passageiro em relação ao que ocorre com a mala depois de sair do avião. Quando funcionários que manuseiam carrinhos sabem que há monitoramento, já se sentem inibidos - diz o superintendente do Galeão, Emmanoeth Vieira de Sá.

No aeroporto do Rio, são cinco monitores para as oito esteiras, todas no desembarque doméstico.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Cotidiano

Colunistas