nsc

publicidade

Recorde

Passageiro número 500 mil do aeroporto de Joinville ganha passagem para qualquer lugar do Brasil

Superintendente Rones Heidemann acredita que melhoras na infraestrutura levaram mais clientes a escolherem o local para embarque

23/12/2015 - 11h54 - Atualizada em: 23/12/2015 - 12h22

Compartilhe

Por Redação NSC
Prestes a embarcar para passar o Natal com a família, Paulo Jr. foi surpreendido com uma premiação
Prestes a embarcar para passar o Natal com a família, Paulo Jr. foi surpreendido com uma premiação
(Foto: )

Nesta quarta-feira, o médico Paulo Guimarães Júnior chegou ao Aeroporto Lauro Carneiro de Loyola, em Joinville, da mesma forma que faz pelo menos duas vezes por mês, para fazer o check-in e embarcar para São Paulo. De lá, voaria para Goiânia, cidade onde moram seus pais, para uma visita no Natal. Ao fazer o check-in, no entanto, algo diferente aconteceu: balões de todas as cores caíram do segundo piso do aeroporto e um cerimonialista anunciou que, naquele momento, um número recorde era registrado: o passageiro número 500 mil de 2015 chegava ao Aeroporto de Joinville.

Foi a primeira vez que o aeroporto alcançou esta marca no decorrer de um ano. Segundo o superintendente do Aeroporto, Rones Rubens Heidemann, em 2010 o número máximo de passageiros era de 200 mil por ano, mas o fluxo está crescendo.

- Devemos isso à melhora na infraestrutura, com o ILS, a instalação do finger terrestre, a nova sala de embarque. Com isso, a evasão é menor - avalia Rones.

Para Paulo, a surpresa - ele demorou um pouco para dar atenção à festa que começou após o check-in, até entender que o 500.000º passageiro era ele - deu lugar à uma questão para o fim do ano. Entre todas as viagens que ele faz - para a cidade natal, para cursos e congressos em outras cidades - ele agora tem direito a uma com acompanhante para qualquer lugar do país.

- Na hora em que fizeram o anúncio, eu fiquei me perguntando 'o que está acontecendo'? Nem ouvi qual era o prêmio. Então ainda não sei, vou ter que pensar neste destino - afirma.

Deixe seu comentário:

publicidade