nsc

Tratamento

"Passamos de 10 pessoas contaminadas por dia para 30", diz secretário de Saúde de Florianópolis

Capital tem 84,6% das UTIs ocupadas e situação preocupa

29/06/2020 - 11h16 - Atualizada em: 29/06/2020 - 12h46

Compartilhe

Jorge
Por Jorge Jr.
Impacto está sendo sentido também por conta da flexibilização
Impacto está sendo sentido também por conta da flexibilização
(Foto: )

Os 84,6% de ocupação das UTIs em Florianópolis, combinada com o número de casos crescentes de coronavírus, preocupam o secretário de Saúde da Capital, Carlos Alberto Justo da Silva, o Dr. Paraná. Em entrevista ao Notícia na Manhã, da CBN Diário, nesta segunda-feira, 29, ele afirmou que é preciso seguir as medidas para evitar a contaminação.

- Nós precisamos aumentar o distanciamento social, se aumentar o grau de convivência e a saída de casa sem ser por questões essenciais, vamos aumentar os números de casos e, com isso, teremos sempre 4% desses pacientes procurando o hospital. Nós tivemos um afrouxamento das questões do isolamento há 15 dias que nos levaram a observar o aumento do número de pessoas sendo contaminadas por dia. A gente saiu de uma média de 10 pessoas contaminadas por dia para 30 - apontou.

Dr. Paraná também comentou sobre os riscos que os novos casos acarretam e que podem fazer as UTIs entrarem em colapso por ter mais gente necessitando de vaga do que espaços disponíveis pra tratamento. Como medida para diminuir essa conta, segundo o secretário, está o isolamento social.

- A única maneira de controlar essa expansão é através do isolamento social, não existe outra vacina pra isso, a gente precisa repetir isso exaustivamente, você vai ter um desencadeamento progressivo do número de casos e o esgotamento da capacidade de atender os pacientes.

> Confira o mapa da evolução do coronavírus em SC

Ouça a entrevista completa

Colunistas