nsc
nsc

Opinião

"Pega Pega": com bons atores e direção dedicada, nova novela das sete perde fôlego na trama

Estrelado por Mateus Solano e Camila Queiroz, folhetim tem a missão de substituir o sucesso "Rock Story"

09/06/2017 - 13h07 - Atualizada em: 09/06/2017 - 14h22

Compartilhe

Por Redação NSC
Camila Queiroz e Mateus Solano fazem par romântico
Camila Queiroz e Mateus Solano fazem par romântico
(Foto: )

De uns três anos para cá, escrever novela das sete não tem sido tarefa simples. Por um lado, o bom momento vivido pelas últimas tramas do horário cerca a nova produção da expectativa por mais uma obra de qualidade. Por outro, se não fisgar o público logo nos primeiros capítulos, corre o risco de não manter as boas médias de audiência das antecessoras. Além disso, é essa faixa que a Globo tem usado para lançar novos talentos. Chegou a vez da estreante Claudia Souto e de Pega Pega, que começou na última terça-feira.

Leia mais:

Estreia de "Pega Pega" divide opiniões nas redes sociais

"Pega Pega": saiba quem é quem na nova novela das sete da Globo

"Pega Pega" usa bom humor para discutir a ética das pessoas comuns

Em seus primeiros capítulos, a novela mostrou belas imagens (especialmente em Foz do Iguaçu), cenografia sofisticada (principalmente no cenário do Carioca Palace, que lembra muito o Copacabana Palace) e um mix de bons atores (a destacar Marcos Caruso, Mateus Solano, Mariana Santos e Marcelo Serrado). Porém, padece do principal: a história é fraca, e alguns recursos dramatúrgicos, ultrapassados. Destaco três pontos frágeis: a paixão instantânea de Luíza (Camila Queiroz) por Eric (Solano), a garota de 15 anos que fala com um canguru de pelúcia (ainda não ficou claro se ela tem alguma espécie de transtorno) e o empresário que vende seu hotel e escolhe receber R$ 40 milhões em espécie. Mesmo com boas tiradas de humor — ressalto a bela dupla formada por Nicette Bruno e Cristina Pereira —, com essa trama cheia de pontos falhos será difícil agradar. Mas esse foi apenas o início, e Claudia terá tempo para se recuperar.

Os gaúchos gostaram

Os bons índices de audiência de A Força do Querer são motivo de comemoração para Glória Perez. A novela das nove já conquistou o público e mantém médias não registradas desde 2013 na faixa das 21h. E é da Grande Porto Alegre que saem os melhores números: nos dois primeiros meses em que está no ar, a trama marcou 36 pontos no Ibope e alcançou 57% de share (que mostra o total de televisores ligados no momento).

Melhor da semana

O último capítulo de Rock Story coroou o belo trabalho feito por Maria Helena Nascimento e equipe. Com uma trama sem enrolações desnecessárias, a autora surpreendeu com finais não óbvios, principalmente para os vilões. Além disso, a participação de Milton Nascimento emocionou.

Pior da semana

Não só porque Otaviano Costa protagonizou cena constrangedora com Taís Araújo na semana que passou, mas o Vídeo Show precisa ser reformulado ou, pelo menos, ficar menos tempo no ar. A fórmula de apelar para a nostalgia mostrando cenas e programas antigos já está ficando chata.

Colunistas