nsc
    santa

    Litoral 

    Penha faz o credenciamento de atingidos pela enchente para a retirada do FGTS 

    Cerca de 3 mil pessoas poderão usar o recurso, de acordo com levantamento da Defesa Civil. Cadastramento segue até o próximo dia 24 

    15/05/2019 - 13h27

    Compartilhe

    Redação
    Por Redação Santa
    (Foto: )

    Os moradores de Penha e quem tem casa de veraneio na cidade e foi atingido pela enchente de janeiro terão direito a retirar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). São cerca de 3 mil pessoas, conforme levantamento feito pela prefeitura de Penha.

    A Defesa Civil identificou 310 ruas onde foram registrados prejuízos durante a enchente. Essas pessoas têm direito então a sacar o recurso para usá-lo na reconstrução e recuperação dos bens atingidos pela água e barro. Para isso, é necessário ir pessoalmente até a Câmara de Vereadores de Penha e fazer a solicitação.

    O cadastramento iniciou nesta quarta-feira e segue até o próximo dia 24. O atendimento ocorre das 8h às 16h, sem fechar para o almoço. As pessoas serão atendidas por ordem de data de nascimento. Nesta quarta e quinta-feira devem procurar o local as pessoas que nasceram nos meses de janeiro, fevereiro e março.

    Nos dias 17 e 20 de maio serão atendidos os nascidos em abril, maio e junho. Nos dias 21 e 22, os nascidos em julho, agosto e setembro. E nos dias 23 e 24, os nascidos em outubro, novembro e dezembro.

    – Fizemos o possível para incluir o máximo de casas e ruas que foram comprovadamente atingidas pela enchente em janeiro. A Caixa faz uma fiscalização rigorosa dos dados, o que demanda tempo, mas garante a transparência e lisura no processo. As pessoas que não encontrarem as casas ou ruas na relação, devem procurar os membros da Defesa Civil durante o próprio cadastramento, que faremos a visita in loco e providenciaremos a liberação – comenta a coordenadora da Defesa Civil de Penha, Edinéa Corrêa.

    Os documentos necessários para solicitação de saque são: documento de identificação (carteira de identidade ou de motorista); carteira de trabalho e comprovante de residência (com data de emissão ou de postagem entre 20 de setembro de 2018 e 17 de janeiro de 2019).

    O cronograma de atendimento e a lista de ruas atingidas estão disponíveis no link.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas