nsc
    dc

    Zatom apresenta 

    Pequena empresa de Presidente Getúlio é considerada a 6ª melhor para se trabalhar em SC

    No dia 4 de dezembro, a Zatom recebeu da consultoria Great Place To Work (GPTW) o reconhecimento que a colocou na lista das melhores pequenas empresas para trabalhar em Santa Catarina  

    05/12/2019 - 14h59 - Atualizada em: 06/12/2019 - 14h50

    Compartilhe

    Estúdio
    Por Estúdio NSC
    Pequena empresa de Presidente Getúlio é considerada a 5ª melhor para se trabalhar em SC
    (Foto: )

    A consultoria Great Place To Work (GPTW), que certifica e reconhece os melhores ambientes de trabalho em 61 países ao redor do mundo, apresentou na noite de 4 de dezembro o ranking das empresas catarinenses que foram elencadas como as melhores para trabalhar. Com base em pesquisas feitas com os colaboradores das organizações inscritas e por meio de análises de políticas internas de gestão, chegou-se à lista de 40 empresas que figuram entre os melhores locais de trabalho do Estado.

    A lista é dividida em três categorias: grandes, médias e pequenas empresas. E entre as pequenas, aquelas que têm entre 30 e 99 funcionários, aparece a Zatom Confecções, no sexto lugar.

    — Isso é fruto de investimento de pessoas, de fazer eles fazerem parte do processo. Sabemos que pessoas são únicas, cada um com sonhos diferentes, experiências de vida, e que a maior riqueza que a Zatom possui é a junção de todas elas — diz Cleiton Rossi.

    Em nível Brasil, a Zatom é considerada pela GPTW, como a 25ª melhor empresa para trabalhar, no ranking pequenas empresas, em um total de 677 participantes.

    — Hoje podemos afirmar que estamos buscando fazer nosso propósito na íntegra. Temos o compromisso de contribuir com a evolução da moda e das pessoas, onde todos que fazem parte da equipe Zatom levam consigo essa tarefa — complementa Cleiton Rossi.

    O caminho para ser um ótimo lugar para trabalhar

    Em 1990, dona Zilda costurava em casa com o intuito de aumentar a renda familiar. Com o passar dos anos, a atividade virou profissão e ela passou a costurar peças sob medida para uma loja da cidade, além de prestar serviços para confecções.

    — Fiz dessa máquina simples, que tinha que colocar óleo a cada 50 peças, a melhor máquina do mundo. Eu estava tão grata que aquela máquina estava lá para eu costurar, que tudo que eu fazia ficava perfeito. Eu não me importava de chegar tarde do trabalho e costurar até de madrugada — relembra dona Zilda.

    Aos poucos, o processo de produção foi melhorando, assim como os equipamentos, que, pagos em diversas parcelas, ajudaram a profissionalizar o ofício.

    — Em janeiro de 2009 compramos a primeira máquina e fomos pagando parcelado. Todos os meus presentes - de Natal, aniversário - foram máquinas — relembra Cleiton.

    Já nessa época, o empresário pensava em desenvolver uma empresa que valorizasse pessoas, prezasse pela boa relação entre os trabalhadores e se preocupasse com o desenvolvimento profissional da equipe.

    — Não queríamos ser apenas mais uma empresa dentro do mercado de trabalho. Queríamos ser uma empresa diferenciada, com pessoas diferenciadas e que sabem onde querem chegar — conta. — Buscamos constantemente o treinamento dos profissionais. Sempre tomamos decisões com eles. Chamamos a equipe, definimos juntos o que queremos, porque, assim, o índice de comprometimento é maior — afirma.

    Na Zatom, os funcionários são reconhecidos como talentos humanos e os trabalhadores chamados de amigos.

    — Investimos em pessoas, porque o mundo é feito de pessoas. São 7 bilhões de pessoas, aqui dentro são 60, com 60 sonhos que temos que buscar — afirma o empresário, que aposta na realização dos sonhos dos colaboradores como uma meta. Dentro da empresa foi montado um quadro, onde os sonhos são escritos.

    — Aqui, os sonhos pessoais dos colaboradores estão expostos. E trabalhamos para que eles conquistem isso — orgulha-se.

    O empresário aposta ainda em três pilares, que considera a chave do sucesso: comprometimento, engajamento e humildade.

    Como uma pequena empresa de Presidente Getúlio foi considerada a 5ª melhor para se trabalhar em Santa Catarina
    (Foto: )

    Ações e eventos estimulam o engajamento da equipe

    Para garantir que os colaboradores estejam engajados com as propostas da empresa e, também, contribuir para deixar o ambiente mais leve, a empresa promove ações internas que também contribuem para desenvolver relações de amizade entre os funcionários.

    — As festas temáticas, plano de carreira, plano de cargos e salários, manual de integração, código de conduta, Zatom no Mato, facilitador, Rapidão, a Roda de Agradecimento, Roda de Elogio, Noite da Pizza, Viagem do Trabalho, são algumas dessas ações — explica Cleiton.

    Além disso, a Zatom também realiza com frequência pesquisas de clima e aplica questionários internos para medir o nível de satisfação de quem trabalha na organização.

    — Estamos interessados em saber o que o nosso colaborador pensa, o que espera da empresa. Somos uma equipe, engajada para atingir o mesmo objetivo — afirma o empresário.

    Essas ações refletem o propósito da empresa de contribuir com a evolução da moda e das pessoas.

    — Nossa filosofia é pautada na integridade, independência e liberdade de expressão, preceitos estes que sempre serão incentivados na ZATOM. Entre os nossos princípios estão a valorização humana, a união e o respeito —finaliza Cleiton.

    Com equipes engajadas, focadas nas suas metas pessoais e nos objetivos da empresa, a Zatom consegue se tornar referência em comprometimento e relacionamento entre pessoas. É por isso que ela garante seu lugar na lista das melhores empresas para trabalhar em Santa Catarina.

    Para conhecer mais sobre a Zatom, acesse o site da empresa.

    ​Leia mais sobre o assunto no canal Great Place to Work.​

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Especiais Publicitários

    Colunistas