nsc
an

Expedição inusitada

Pesquisadores procuram vestígios de meteoritos em São Francisco do Sul

O meteorito Santa Catharina pode ter caído na região há milhares de anos

03/11/2012 - 11h35 - Atualizada em: 04/11/2012 - 17h40

Compartilhe

Por Redação NSC
Além da curiosidade científica, o meteorito também pode tornar-se outro apelo turístico a ser explorado na região
Além da curiosidade científica, o meteorito também pode tornar-se outro apelo turístico a ser explorado na região
(Foto: )

A ilha de São Francisco do Sul recebeu uma expedição inusitada esta semana. Cerca de 20 profissionais, entre cientistas, estudantes, astrônomos e colecionadores, estiveram na cidade em busca de vestígios do meteorito Santa Catharina.

Segundo Fernando Camacho, engenheiro dedicado à pesquisa e estudo desses fenômenos desde 1987, o Santa Catharina é importante por causa de sua raridade.

- Ele apresenta características diferentes de todos os outros meteoritos já encontrados. Por isso ele tem tanto destaque em museus e institutos de pesquisas de todo o mundo.

No sábado, a caçada encerrou-se nas proximidades do Morro da Mina.

A equipe chegou à cidade na última terça-feira munida com equipamentos detectores de metais e magnetômetros (instrumentos que medem a intensidade do campo magnético).

Até agora, foram encontrados apenas restos de ferrugem que precisam ser examinados.

Apesar da importância do meteorito, muitas pessoas desconhecem o fato na região, por isso, os profissionais também passaram pelas escolas do município para explicar o motivo da expedição e esclarecer os alunos sobre o tema.

A vinda da equipe para a região tem fundamento histórico. De acordo com a pesquisadora do Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Maria Elizabeth Zucolotto, cerca de 25 toneladas do meteorito foram exportadas para a Inglaterra em 1875 como se fosse minério de uma mina de níquel.

Para transportá-lo, os ingleses precisaram fracionar a peça. Lá, pesquisadores estranharam a composição do suposto minério e astrônomos vieram até o Brasil para investigar o fenômeno. Posteriormente, um pesquisador brasileiro conseguiu identificar local onde o meteorito caiu e recuperar mais alguns quilos de fragmentos, que hoje estão expostos em museus pelo mundo.

- Esse meteorito tem um valor científico muito grande -, ressaltou a pesquisadora.

Além da curiosidade científica, o meteorito também pode tornar-se outro apelo turístico a ser explorado na região, por isso, Camacho tem solicitado a construção de um sítio geológico. O local serviria para a realização de estudos para que possa ser descoberto mais a respeito do Santa Catharina .

- Ele é o mais importante meteorito brasileiro, é preciso investir em mais pesquisas. Há registro de que no passado ele teria sido praticamente esgotado, mas isso precisa ser investigado -, afirmou.

O que é um meteorito?

Os meteoritos são fragmentos de corpos do espaço - que podem ser um planeta ou um asteroide, por exemplo - que sobreviveram à passagem atmosférica e caíram na Terra. Mais informações você encontra pelo site http://meteoritos.com.br.

Colunistas