nsc

publicidade

Saúde em risco

PF cumpre mandados por suspeita de contrabando e aplicação irregular de vacinas

Duas pessoas teriam comprado vacina na Argentina e feito aplicação em suas residências

04/10/2019 - 15h59 - Atualizada em: 04/10/2019 - 16h01

Compartilhe

Darci
Por Darci Debona
Seringas foram apreendidas em residências de Dionísio Cerqueira
Polícia encontrou seringas que vão passar por perícia para comprovar o crime
(Foto: )

A Polícia Federal cumpriu nesta semana dois mandados de busca e apreensão em Dionísio Cerqueira, para investigação de contrabando e aplicação irregular de vacinas. Os mandados foram determinados pela Justiça Federal de Chapecó.

De acordo com o delegado da Polícia Federal Márcio Anater, no início do ano houve uma procura grande de vacina por meningite. Inicialmente uma pessoa foi denunciada, posteriormente uma segunda, por trazerem vacinas da Argentina e fazerem a aplicação em suas residências. A denúncia passou pelo Ministério Público até serem determinados os mandados.

- Constatamos que essa prática não continua mas encontramos indícios de que ocorreu. Encontramos uma caixa de conservação de vacinas com informações em espanhol e frascos e seringas. Essa é uma prática que representa risco para a saúde pública tanto por não ter a origem do remédio, segundo pelo risco de conservação das vacinas e também pela aplicação irregular – destacou o delegado.

O material recolhido vai passar por perícia. Os suspeitos foram intimados para prestarem depoimento nos próximos dias. Eles podem ser enquadrados no artigo 273 do código penal, que é o crime de falsificar, corromper, adulterar ou alterar produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais. A pena para esse crime é de 10 a 15 anos de reclusão e multa.

Apesar da gravidade o delegado informou que são frequentes as ocorrência com apreensão de medicamentos e anabolizantes, principalmente vindos do Paraguai.

Deixe seu comentário:

publicidade