publicidade

Esportes
Navegue por

Automobilismo

Piloto catarinense estreia na Porsche Cup 2019  

André Gaidzinski encara o circuito de Interlagos, na primeira etapa do GT3 Challenger 3.8

15/03/2019 - 19h11

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Gaidzinski tenta melhorar o desempenho do ano passado, quando terminou em sexto
Gaidzinski tenta melhorar o desempenho do ano passado, quando terminou em sexto
(Foto: )

O catarinense André Gaidzinski estreia na Porsche Cup 2019, GT3 Challenger 3.8, neste sábado. O piloto, natural de Criciúma e morador de Florianópolis, encara mais uma temporada e vai começa-la em Interlagos, em São Paulo. A categoria é considerado o principal evento de Gran Turismo da América Latina, composta por corridas “Sprint”, de curta duração, e “Endurance”, de longa duração, com nove etapas.

A novidade fica por conta do design do carro que André disputa a temporada, uma homenagem ao primeiro Porsche Campeão das 24 Horas de Le Mans, pilotado pelo alemão Hans Herrmann. O modelo, considerado um ícone no automobilismo mundial, com design vermelho e branco da Equipe Salzburg, é inspirado nas cores da bandeira da Áustria, um tributo ao empresário Willy Herrmann, que sobrinho de Hans e um dos responsáveis pelo retorno de Gaidzinski às pistas.

Depois de 15 anos afastado das pistas, envolvido apenas com os seus negócios em Santa Catarina, André retornou no ano passado as corridas profissionais e fechou o circuito Porsche Cup em sexto lugar geral. Resultado que ele promete bater nesta temporada, após se submeter a uma série de treinamentos técnicos, focados principalmente no preparo físico.

- A elevada performance das máquinas faz do piloto de corrida um autêntico profissional que deve estar sempre preparado, físico e mentalmente, para desenvolver-se em uma atividade em que é referência para uma grande parte do público. Mas além disso, o diferencial de quem escolhe essa profissão deve estar na ousadia, foco e concentração - apontou André.

Em seu currículo, o piloto ainda traz do ano passado o 2º lugar na etapa Formula 1, também no Porsche Gt3 Cup Challenger 3.8, e ao longo de sua história passagens pela Fórmula Chevrolet, Campeonato Brasileiro de Fórmula Ford, 3º lugar no Warm Up em Brasilia e 3º lugar na classificação em Goiânia. Apaixonado pela velocidade, André começou cedo. Desde os 10 anos já acompanhava as corridas de Formula FIT e aos 17 decidiu realizar o seu maior sonho, começando a sua trajetória profissional pelo kart, em 1991.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação