nsc
dc

Desrespeito  

Placas sobre balneabilidade nas praias de SC sofrem ações de vandalismo

Instituto do Meio Ambiente de SC (IMA) relata casos de depredação e pede que banhistas fiquem atentos aos relatórios 

20/01/2020 - 17h18 - Atualizada em: 20/01/2020 - 17h20

Compartilhe

Jean
Por Jean Laurindo
Placas sofrem com vandalismo
Placas sofrem com vandalismo
(Foto: )

As placas instaladas nas praias para indicar a condição de balneabilidade dos pontos analisados vêm sofrendo recorrentes ações de vandalismo.

A sinalização tem sido danificada especialmente em seis locais, nas praias de Canasvieiras, Cachoeira do Bom Jesus e Ingleses, em Florianópolis, mas também em outros pontos do Litoral de SC.

Segundo o Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina (IMA), isso compromete a saúde da população e turistas, além do prejuízo econômico.

Em alguns locais, segundo o instituto, a indicação “imprópria” é alterada para “própria” por vândalos que retiram a sílaba “im”. Por isso, o IMA reforça que a impropriedade é sinalizada não apenas pela palavra, mas também pela cor vermelha – nos pontos próprios, a palavra está escrita em verde.

Em outros pontos, a identificação de balneabilidade foi pichada, o adesivo arrancado ou a placa retirada do local. O IMA conserta ou substitui as placas danificadas pelo vandalismo.

No entanto, o órgão recomenda aos banhistas que acessem o site balneabilidade.ima.sc.gov.br ou o aplicativo Praia Segura para buscar a situação atualizada de cada um dos 231 pontos analisados no litoral catarinense.

O vandalismo às placas de balneabilidade é considerado crime ambiental de acordo com a Lei nº 9.605/98.

* Com informações da assessoria de imprensa do IMA/SC

Colunistas