nsc
an

publicidade

Segurança

Polícia de Joinville prende homens que se passaram por policiais e executaram vítima por engano na zona Norte

Grupo invadiu casa, no Ribeirão do Cubatão, e matou Ismael de Freitas Junior, de 28 anos, no dia 2 de novembro do ano passado

17/01/2017 - 11h50 - Atualizada em: 17/01/2017 - 11h56

Compartilhe

Por Redação NSC

A Polícia Civil de Joinville identificou e prendeu parte de um grupo que cometeu uma das execuções mais violentas da zona Norte no ano passado.

Leia mais notícias de Joinville e região no AN.com.br

Na noite do dia 2 de novembro, os homens se passaram por policiais para invadir uma casa, na localidade conhecida como Ribeirão do Cubatão, na zona Norte, e mataram Ismael de Freitas Junior, de 28 anos, que estava com os pais e um irmão em casa.

O alvo dos bandidos, segundo a polícia, era um primo de Ismael.

De acordo com a Polícia Civil, os assassinos chegararam por volta das 22 horas na casa da vítima e começaram a chutar a porta da frente da residência, gritando "é a polícia, é a polícia!".

Antes mesmo de qualquer iniciativa da vítima e de seus familiares, a porta foi arrombada e três pessoas armadas invadiram a casa e começaram a atirar contra Ismael.

Antes de ir embora, eles questionaram os familiares do rapaz quanto a localização de um primo dele, que é supostamente vinculado a uma facção criminosa e que deveria ser a vítima.

Depois de identificar o grupo, a equipe da Delegacia de Homicídios, pediu a prisão deles e, nesta terça-feira, prendeu duas das quartro pessoas e apreendeu um adolescente que também está envolvido com o crime. Outros seis mandados de busca e apreensão foram cumpridos.

Todos os suspeitos estão envolvidos com facção criminosa. A Polícia Civil não divulgou a identidade deles. Um quarto criminoso segue foragido.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Polícia

publicidade

Colunistas

    publicidade

    publicidade

    publicidade