nsc

publicidade

Tragédia

Polícia inicia investigação de duplo homicídio seguido de suicídio em Ibirama 

Delegado diz que os indícios apontam para um possível caso de feminicídio 

14/08/2019 - 12h18

Compartilhe

Adriano
Por Adriano Lins
Condomínio onde o crime ocorreu, na noite desta terça-feira em Ibirama
(Foto: )

A Polícia Civil iniciou as investigações para apurar o caso de duplo homicídio seguido de suicídio registrado na noite desta terça-feira em Ibirama, no Alto Vale do Itajaí. O delegado responsável pelo caso, Leonardo Marcondes Machado, diz que os indícios apontam para um feminicídio, mas somente após o fim do inquérito será possível confirmar a suspeita.

Os policiais estiveram no local do crime entre a noite de terça-feira e a madrugada desta quarta. Foram apreendidos a arma que teria sido utilizada no crime, uma faca, e aparelhos celulares. Testemunhas foram entrevistas informalmente e imagens da cena do crime registradas.

– Vizinhos e familiares terão os depoimentos colhidos ao longo da semana na delegacia. O andamento da investigação também vai depender do laudo pericial do IGP e do exame cadavérico do IML – completa o delegado.

O prazo legal para conclusão do inquérito é de 30 dias. Em uma pesquisa inicial no Sistema Integrado de Segurança Pública (SISP) a polícia afirma não constar nenhum registro de violência doméstica contra o suspeito do crime.

– Esta ausência de informação não exclui a possibilidade desse tipo de violência ter ocorrido. Porém, com o levantamento dos depoimentos teremos uma melhor dimensão da relação do casal e as circunstâncias que levem ao que motivou esta tragédia que chocou a comunidade – afirma o delegado.

Relembre o caso

Um duplo homicídio seguido por suicídio foi registrado na noite desta terça-feira em Ibirama, no Alto Vale do Itajaí. De acordo com informações repassadas pelo Corpo de Bombeiros Voluntários da cidade (CBVI), um homem de 39 anos matou a esposa de 32 e a filha de 11 anos e na sequência se jogado do quinto andar de um prédio no bairro Bela Vista.

Deixe seu comentário:

publicidade