nsc

publicidade

Tragédia

Polícia investiga atropelamento que causou a morte de duas pessoas na BR-470, no Alto Vale  

Veículo que atingiu as vítimas segue no pátio da PRF; ninguém ainda foi ao local até esta quinta-feira (19)

19/09/2019 - 16h23 - Atualizada em: 19/09/2019 - 16h31

Compartilhe

Redação
Por Redação Santa
(Foto: )

A Polícia Civil vai abrir um inquérito para investigar o caso de atropelamento, que causou a morte de duas pessoas na madrugada da última segunda-feira (16) na BR-470, em Pouso Redondo.

Alex Costa Fortuna, de 31 anos, e Juliano Simonete Valente, de 36, foram atingidos por um Fiat Fiorino no km 166. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), eles estavam trocando o pneu do veículo Ford Fiesta no acostamento da rodovia e acabaram morrendo no local.

De acordo com os agentes da PRF, após atropelamento, o veículo Fiorino caiu de uma ribanceira de aproximadamente 200 metros. Socorristas e a PRF fizeram buscas na área que o carro caiu, mas o condutor não foi localizado.

Segundo o inspetor Adriano Fiamoncini, da PRF, a Fiorino continua no pátio contratado, que fica no município de Ibirama. Até esta quinta-feira, ninguém foi retirar o veículo e nem identificou o condutor no momento do acidente.

Os agentes que atenderam a ocorrência finalizaram o boletim do acidente e vão encaminhar o documento na próxima segunda-feira (23) para a Polícia Civil da cidade onde ocorreram as mortes.

De acordo com o responsável pela Delegacia de Polícia Civil de Pouso Redondo, Álvaro Rocha de Carvalho, desde o dia do acidente iniciaram as investigações e um inquérito será aberto nos próximos dias. O proprietário do veículo compareceu até uma delegacia no município de Lages, na Serra Catarinense.

O homem teria afirmado aos policiais que havia vendido o veículo Fiorino, com placas de Campo Belo do Sul, para o suspeito do atropelamento. Álvaro Rocha diz que o advogado do suspeito do atropelamento procurou a Polícia Civil e disse que o cliente está à disposição.

A investigação vai ficar a cargo do delegado da comarca, Juliano Cesar Tumitan, e na próxima semana as testemunhas serão ouvidas. O suspeito é um jovem de 19 anos, morador de Pouso Redondo.

Álvaro Rocha de Carvalho diz que o acidente repercutiu no município, ainda mais pela forma que foi. A Polícia Civil antecipou a investigação para dar logo uma resposta e apontar os culpados em mais este acidente na BR-470.

— Infelizmente foram mais duas mortes neste trecho da rodovia que passa por Pouso Redondo. Já registramos muitos acidentes com mortes. É um local muito perigoso para trafegar — afirma.

Deixe seu comentário:

publicidade