nsc
nsc

Policiamento

Polícia se reúne com representantes dos blocos da Capital para discutir segurança

Todos os blocos precisam ter licença para a realização das festas

26/01/2016 - 07h37

Compartilhe

Por Redação NSC
(Foto: )

A Polícia Civil se reuniu na tarde de segunda-feira, dia 25, com 19 representantes de blocos de Carnaval de Florianópolis. O encontro teve como objetivo aproximar os representantes da polícia com a proposta de apresentar algumas orientações e exigências de segurança, conforme a lei determina.

Saiba tudo sobre o Carnaval na Grande Florianópolis

Uma das orientações passadas pela delegada Michele Alves Correa foi a obtenção da licença dos blocos para a realização das festas de Carnaval, prevista em resolução da Polícia Civil.

- Entre nossas funções, está buscar a organização dos eventos públicos, dentro do que a resolução prevê. Não vamos exigir a licença por uma questão burocrática e sim para segurança do público e dos organizadores da festa - destaca Michele.

Leia mais notícias da Grande Florianópolis

Com a obtenção da licença, exige-se a comunicação formal à Polícia Militar e Guarda Municipal para a segurança e monitoramento do trânsito, respectivamente, bem como o serviço de pronto-atendimento por ambulância, seja privado ou público.

Nesta terça-feira, mais quatro representantes de blocos de Carnaval da Capital também irão receber as orientações.

Continente tem reunião para discutir Carnaval

Em reunião na Secretaria do Continente na tarde desta segunda-feira, representantes de entidades comunitárias do Continente, representantes da Liga dos Blocos de Rua da Região Continental discutiram a realização do Carnaval de Rua na região.

O evento está programado para acontecer em dez dos 11 bairros que compõem a geografia continental. A festa irá começar na sexta-feira, 5 de fevereiro, com o término previsto para terça-feira de Carnaval, comemorada no dia 9.

De acordo com os organizadores, dez bandas serão responsáveis pela animação nos quatro dias de festa. Além das bandas, os foliões poderão contar também com a animação dos blocos, que sempre enriquecem a folia com suas marchinhas tradicionais.

Para a realização da festa, a Prefeitura de Florianópolis irá investir R$ 50 mil, valor que será usado na infraestrutura do evento, como pagamento das bandas e aluguéis de banheiros químicos entre outros.

Na próxima terça-feira, dia 2, acontecerá uma nova reunião na Secretaria do Continente, às 14 horas, desta vez com a participação de todos os setores envolvidos, como Guarda Municipal, Polícia Militar, Cosip e Corpo de Bombeiros, para tratar sobre os preparativos finais da festa.

Colunistas