nsc

publicidade

Vídeo

Professor Kmarão: Chance de caírem dois times de Santa Catarina é de 85%

Veja o que Avaí e Figueirense precisam fazer para permanecer na elite

24/11/2015 - 05h12 - Atualizada em: 24/11/2015 - 12h06

Compartilhe

Por Redação NSC

A reação de Coritiba e Vasco nas últimas rodadas aumentou a exigência para permanecer na elite. É possível escapar da degola com 43 pontos, mas 44 é o número que garante 100%. O Avaí vai precisar de duas vitórias, o Figueira de três ou até mesmo quatro pontos. Para SC, o risco de termos dois rebaixados chegou aos 85%.

Cenários de cada clube:

Figueirense

Depende de si para ficar na Série A. É só vencer os dois jogos. Se não ganhar na próxima rodada, passa a depender dos adversários, especialmente se o Avaí vencer, já que este o empurraria para o Z-4. Com isso, o Alvinegro precisaria superar o Flu e torcer para que o Corinthians derrote o Avaí.

Próximos adversários: São Paulo (fora) e Fluminense (casa)

Avaí

Não depende apenas de si para continuar na elite. Tem que ganhar as duas partidas e torcer para que Figueirense ou Coritiba empatem um de seus jogos. Assim, ambos ficariam com 44 pontos, mas o Leão permaneceria por ter uma vitória a mais (11 a 10). Caso não derrote a Ponte, já poderá ser rebaixado, caso Furacão e Coxa vençam.

Próximos adversários: Ponte Preta (casa) e Corinthians (fora)

Coritiba

Se vencer seus jogos, fica. Caso empate ou perca na próxima rodada e os catarinenses vençam, entra no Z-4 e terá que derrotar o Vasco e torcer para que Avaí e Figueirense não ganhem.

Próximos adversários: Palmeiras (fora) e Vasco (casa)

Vasco

Tem que derrotar Santos e Coritiba e torcer para que Figueirense ou Avaí não alcancem 43 pontos. Se não vencer o Santos, poderá cair já na penúltima rodada.

Próximos adversários: Santos (casa) e Coritiba (fora)

Goiás

Tem que vencer seus jogos e torcer para que o Avaí some no máximo três pontos e que Coritiba ou Figueirense façam apenas um. Se não vencer a Chapecoense, está rebaixado.

Próximos adversários: Chapecoense (fora) e São Paulo (casa)

* * * * *

Só não entra se não quiser

Duas das oito vagas da Sul-Americana vão para os campeões da Copa do Nordeste e da Copa Verde. As seis vagas restantes vão para os melhores colocados nas Séries A e B do ano anterior. Este ano a Chape ocupa a 13º posição na elite e só ficará fora em 2016 caso esteja classificada às oitavas de final da Copa do Brasil.

Times que entraram na última vaga da Sul-Americana

2013: Sport (17º colocado na Série A)

2014: Fluminense (16º colocado na Série A)

2015: Ponte Preta (2º colocado na Série B)

* * * * *

Como vinho

Quando chegou à Chapecoense no segundo semestre de 2006, o clube disputava um classificatório para tentar escapar do rebaixamento da Segundona catarinense. Hoje, o time está na elite do futebol nacional. Aos 41 anos, Nivaldo (foto) é o único remanescente daquele grupo. Sua média de gols sofridos em 2015 é de menos de um por jogo.

Números de Nivaldo em 2015:

Jogos: 19

Vitórias: 9

Empates: 6

Derrotas: 4

Aproveitamento: 58%

Gols sofridos: 15

Média de gols sofridos: 0,79

Deixe seu comentário:

publicidade