publicidade

Educação
Navegue por

Educação

Professora de Gaspar é a única catarinense a vencer prêmio nacional de educação

Resultado do 22º Prêmio Educador Nota 10 foi divulgado nesta quarta-feira

17/07/2019 - 16h33 - Atualizada em: 17/07/2019 - 17h04

Compartilhe

Talita
Por Talita Catie
(Foto: )

É de Gaspar uma das vencedoras do Prêmio Educador Nota 10 – um dos mais importantes da educação básica brasileira. Os nomes foram divulgados nesta quarta-feira. Jussara Schmitz, 39 anos, é a única de Santa Catarina na lista de ganhadores. Para chegar ao topo do ranking e figurar entre os 10 vencedores de todo o país, o caminho foi longo. Ao todo, cinco mil projetos foram inscritos e 50 chegaram à final. Agora ela irá concorrer ao título de Educadora do Ano.

Eu já estava muito honrada em estar entre os finalistas, mas aí quando saiu o resultado e ouvi meu nome, fiquei muito feliz – conta.

Jussara atua na Escola de Educação Básica Frei Godofredo e venceu com o projeto Costurando a Matemática. O trabalho foi desenvolvido em 2018 com alunos do quarto ano do ensino fundamental. Com 20 anos de experiência em sala de aula, ela comprovou a efetividade de aproximar os conteúdos didáticos à realidade dos estudantes. Após enviar um questionário às famílias, ela descobriu que em 60% delas havia ao menos uma costureira. Foi aí que a professora adaptou as atividades para o contexto dos alunos.

Sempre tive essa preocupação, principalmente com a matemática, porque são conceitos muito abstratos para as crianças e aí quando eles percebem realmente que está no nosso dia a dia é diferente – explica.
Professora de Gaspar é uma das 10 vencedoras de prêmio nacional de educação
Professora de Gaspar é uma das 10 vencedoras de prêmio nacional de educação
(Foto: )

Jussara e as crianças foram às facções de costura próximas da escola para saber quantas roupas produziam por dia, a média de horas de trabalho, o valor recebido por peça e os gastos com linha e energia, por exemplo. Com as informações em mãos, a turma aprendeu sobre estatística, medidas, problemas das quatro operações, sistema monetário, porcentagens, frações.

- A gente fez várias visitas e ali eles perceberam a matemática viva. Aí eu trouxe aquilo para a sala de aula. Então ficou contextualizado, foi significativo. Esse é o trabalho valoroso, acho que por isso deu tão certo. As crianças se sentiram valorizadas por se tratar da família – afirma.

Jussara ainda aproveitou o contexto em que os alunos estão inseridos para abordar aspectos de sustentabilidade. Levou as turmas a uma empresa de coleta de entulhos, onde é feito um trabalho de reciclagem. Lá, aprenderam sobre a importância da destinação correta dos resíduos e o tempo médio para a decomposição de tecidos usados nas facções. Ao fim do projeto, usando materiais como cones e restos de tecidos que iriam para o lixo, confeccionaram bonecas Abayomi, cujo nome significa “aquele que traz felicidade”. As peças foram doadas para crianças da creche Vovó Leonida.

Sobre o prêmio

Os outros nove vencedores do Prêmio Educador Nota 10 são do Espírito Santo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Roraima e São Paulo. A premiação foi criada em 1998 pela Fundação Victor Civita, com o objetivo de valorizar professores da educação infantil ao ensino médio, bem como coordenadores pedagógicos e gestores escolares de escolas públicas e privadas de todo o país. Os 10 vencedores ganham um vale-presente no valor de R$ 15 mil, além de todas as despesas pagas para participação uma semana de capacitação e da cerimônia de premiação, marcadas para setembro, em São Paulo, onde será conhecido o Educador do Ano.

Crianças visitaram facções para conhecer o trabalho de perto
Crianças visitaram facções para conhecer o trabalho de perto
(Foto: )

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação