nsc
dc

EMOÇÃO NO TRABALHO

Profissionais da saúde de Chapecó cantam em hospital para homenagear colegas

Funcionários foram surpreendidos com a música, cantada por duas colegas

09/04/2021 - 16h09 - Atualizada em: 09/04/2021 - 16h27

Compartilhe

Clarissa
Por Clarissa Battistella
Com voz e violão as colaboradoras percorreram todos os setores da cooperativa
Com voz e violão as colaboradoras percorreram todos os setores da cooperativa
(Foto: )

Uma técnica de radiologia e uma auxiliar de atendimento percorreram os corredores da Unimed Chapecó para homenagear, com uma canção e mensagens de afeto, os colegas. 

Com um violão e o desejo de encorajar os profissionais que atuam na área de saúde da maior cidade do Oeste de SC, região que se tornou o epicentro do coronavírus em Santa Catarina nos últimos meses, a dupla passou por todos os setores do hospital. 

> SC tem 6 entre as 50 cidades do país com mais mortes por mil habitantes

> Receba as principais notícias de Santa Catarina no WhatsApp

- Todo mundo está precisando de ânimo, pois o momento que vivemos tem sido muito difícil. É necessário relembrar que isso também passará - disse a técnica de radiologia, Cleusa Dalla Possa da Silva, que atua há 12 anos na instituição.

> Grupo faz corrente de oração de joelhos em frente a hospital em Chapecó; veja vídeo

> Estado de saúde de Paulo Gustavo gera onda de boatos nas redes sociais

Uma música cristã foi adaptada em uma das estrofes e cantada pela dupla, que emocionou os funcionários dos diferentes setores:

- Tanto a voz quanto o som do violão tinha uma suavidade que tocou nossa alma. Foi bem acolhedor. Gravamos para mostrar para os colegas que não estavam no setor, para que eles também sintam todo esse carinho - disse a técnica de segurança do trabalho, Jancelete A.P. dos Santos, sobre a iniciativa.

Leia também

Caneta é de Zanotto, mas Daniela é quem baterá o martelo sobre restrições

Policiais e bombeiros fazem oração em frente a hospital e posto de saúde em Xanxerê

Grupo canta e faz corrente de orações em frente ao Hospital Florianópolis pela saúde dos pacientes

11 pessoas morreram em SC à espera de leitos de UTI nos primeiros sete dias de abril

Colunistas