nsc

publicidade

Mais controle

Programa antidoping no tênis receberá mais investimento

Federação informou que número de exames aumentará e amostras serão conservadas por mais tempo

28/04/2017 - 14h45 - Atualizada em: 28/04/2017 - 14h51

Compartilhe

Por AFP
A russa Maria Sharapova voltou às quadras nesta semana após suspensão por doping em 2016
A russa Maria Sharapova voltou às quadras nesta semana após suspensão por doping em 2016
(Foto: )

A Federação Internacional de Tênis (ITF) anunciou nesta sexta-feira um reforço em seu programa antidoping, com um aumento significativo no número de exames realizados e um incremento de 50% no orçamento.

O número de exames realizados passará de 4.899 em 2016 a 8 mil em 2017.

Leia mais:

Sharapova avança à semifinal no saibro de Stuttgart

Nadal derrota sul-coreano e vai às semifinais em Barcelona

Murray se vinga de Ramos e vai às semifinais no ATP 500 espanhol

As amostras de sangue e de urina serão conservadas por mais tempo, para que possam ser reanalisadas no futuro, quando as técnicas evoluírem, explicou a ITF.

Para financiar o programa, uma iniciativa comum da ITF, da ATP e da WTA e dos torneios do Grand Slam, o orçamento aumentará em 50% para 4,5 milhões de dólares.

*AFP

Deixe seu comentário:

publicidade