nsc

publicidade

Corrida

Queniano vence a Maratona Caixa de Santa Catarina, em Florianópolis

Em segundo e terceiro lugar ficaram os brasileiros Adriano Bastos e José Gutembergue Ferreira

30/09/2012 - 07h09 - Atualizada em: 30/09/2012 - 08h23

Compartilhe

Por Redação NSC
A premiação acontecerá depois que todos atletas terminarem a prova
A premiação acontecerá depois que todos atletas terminarem a prova
(Foto: )

O queniano Barnabas Kiplagat Kosgei foi o grande vencedor da Maratona Caixa de Santa Catarina, realizada na manhã deste domingo em Florianópolis. Em duas horas, 21 minutos e 5 segundos, o atleta completou o percurso de 42,195 km e cruzou a linha de chegada na primeira colocação, seguidos pelos brasileiros Adriano Bastos e José Gutembergue Ferreira.

Leia mais:

Começa a Maratona Caixa Santa Catarina em Florianópolis

Americano de 75 anos correrá 10km na Maratona Caixa de SC

Adriano Bastos vem a Florianópolis para garantir o tetracampeonato na Maratona de Santa Catarina

- Foi uma corrida muito puxada, os corredores fizeram um ritmo forte e o vento atrapalhou bastante. Eu comecei um pouco abaixo, mas depois consegui manter um ritmo bom e fiquei muito feliz com o resultado - destacou o atleta.

Adriano Bastos, que defendia o tricampeonato da prova, disputou a primeira posição até os metros finais, mas viu o queniano ser mais rápido no momento da chegada. O atleta de São Paulo foi ovacionado pelos demais corredores e espectadores da prova, e se disse contente com o desempenho.

- Infelizmente não venci, mas acho que foi porque o Barnabas correu demais. Ele é um grande atleta, não é qualquer um. Estou muito feliz de estar em Floripa de novo, de receber o carinho do público e poder correr essa prova fantástica. São essas coisas que me fazem gostar cada vez mais daqui e voltar todo ano. Volto pra casa com uma sensação de dever cumprido e muito feliz com o meu desempenho - disse o atleta após o final da prova.

A premiação dos atletas acontecerá por volta das 11h, quando todos os corredores completarem a prova.

Deixe seu comentário:

publicidade