nsc
    dc

    Ilegal

    Receita Federal apreende US$ 10 milhões em produtos falsificados no porto de Navegantes

    Carga que inclui roupas e brinquedos veio da China

    23/06/2017 - 06h26 - Atualizada em: 23/06/2017 - 06h31

    Compartilhe

    Por Redação NSC

    A alfândega da Receita Federal apreendeu nesta sexta-feira na Portonave, em Navegantes, uma carga de produtos falsificados com marcas conhecidas _ entre eles havia telas para celular, películas, calçados, óculos, roupas e brinquedos sem certificação, além de outros produtos irregulares e considerados prejudiciais à saúde. O contêiner veio de um porto da China.

    A descoberta da carga integra uma operação que nas últimas três semanas já interceptou em Navegantes 55 toneladas de contrabando, avaliadas em mais de US$ 10 milhões.

    Os trabalhos começaram com a identificação de uma carga de produtos falsificados que constava como sal na declaração de importação.

    Os auditores da Receita desconfiaram porque a importação de sal da China não é comum. Ao passarem o contêiner pelo scanner, perceberam que os volumes não eram compatíveis com a descrição da carga. O contêiner foi aberto, e dentro foram encontrados produtos falsificados. A partir daí, outros contêineres com declaração similar passaram a ser analisados com maior cuidado. O contêiner interceptado nesta sexta também era identificado como sal.

    O mesmo ocorreu com cargas declaradas como sílica. Um contêiner chegou a ser identificado ainda no mar, a caminho do Brasil. Com ajuda de equipamentos de raio-X, a carga de contrabando foi descoberta assim que o navio atracou.

    A Receita Federal mantém em sigilo a identidade dos importadores. Mas as empresas poderão ser impedidas de operar, ter as licenças cassadas e os responsáveis responderão pelo crime de contrabando, cuja pena pode variar entre 4 a 10 anos de prisão quando o crime ocorre utilizando o transporte marítimo.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas