nsc

publicidade

Prefeitura Municipal de Florianópolis apresenta

Recém-inaugurado, Centro de Saúde dos Ingleses já é referência em Florianópolis 

Com aproximadamente 750 metros quadrados de área construída, maior unidade de saúde do município realiza mais de 10 mil atendimentos por mês 

17/10/2019 - 09h22

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
(Foto: )

Em agosto de 2019, Florianópolis bateu a marca de meio milhão de habitantes, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e o Norte da Ilha é um grande responsável pelo aumento populacional do município, principalmente nas últimas três décadas. Para acompanhar o crescimento da região, que atualmente tem cerca de 120 mil habitantes, a Prefeitura Municipal de Florianópolis vem investindo em obras de infraestrutura, como a readequação de vias importantes, a exemplo da Estrada Dario Manoel Cardoso, e a ampliação do NEIM Lausimar Maria Laus, no bairro Rio Vermelho. Outra importante obra realizada para atender à grande população do norte da Ilha foi a reforma e ampliação do Centro de Saúde dos Ingleses.

— Com o rápido crescimento, o bairro dos Ingleses merecia e precisava de uma unidade de saúde desse porte para atender à população. Hoje, o Centro de Saúde opera com seis equipes e já é referência em Florianópolis, mas pretendemos ampliar o quadro de funcionários, passando para oito equipes, e operar com força total — afirma Gean Loureiro, Prefeito de Florianópolis.

Realizada com recursos próprios, a obra teve início em dezembro de 2018 – sendo entregue antes do prazo de um ano – e custou R$1.407.412,73. O investimento foi usado para reformar a estrutura existente há mais de oito anos e ampliar as instalações, criando novos consultórios, além da realização de melhorias no mobiliário e instalação de condicionadores de ar em todos os ambientes.

Atualmente, o Centro de Saúde tem 750 m² de área construída, atende em torno de 10 mil pessoas por mês, mas possui capacidade física para expandir o atendimento para até 40 mil pessoas (entre consultas, distribuição de medicamentos e outros serviços), e conta, ainda, com uma Farmácia-referência, que atende pacientes vindos também de outras unidades de saúde da rede pública municipal.

— O Norte da Ilha tem 12 clínicas (públicas ou privadas), e o Centro de Saúde dos Ingleses, sozinho, é responsável por ¼ de todos os atendimentos de saúde realizados na região — pontua o secretário de Saúde, Carlos Alberto Justo da Silva.

Recém-inaugurado, Centro de Saúde dos Ingleses já é referência em Florianópolis
(Foto: )

De acordo com João Paulo Mello da Silveira, gerente de atenção primária à saúde do município de Florianópolis, a PMF vem trabalhando para oferecer um atendimento mais completo e humanizado à população do norte da Ilha. Para isso, além de o Centro de Saúde dos Ingleses estar próximo de operar com sua máxima capacidade, a unidade de saúde do Rio Vermelho passou a ter oito equipes de trabalho (eram seis, há alguns meses), e, em breve, iniciará a construção do Centro de Saúde do Capivari, cuja obra já foi licitada e está em fase de projeto com conclusão prevista para um ano.

— O CS Ingleses é a estrutura de saúde mais importante do Norte da Ilha, tanto em número de atendimentos realizados quanto pelo serviço essencial de atenção primária prestado a boa parte da população local — garante João Paulo Mello da Silveira.

Ações comunitárias, horta medicinal, saúde da família e práticas integrativas complementares são diferenciais na promoção da saúde

Seguindo determinações da Organização Mundial para a Saúde (OMS), a Secretaria de Saúde de Florianópolis tem focado suas ações em cuidados para prevenir o surgimento de doenças. Para isso, algumas unidades de saúde, como o CS dos Ingleses, oferecem Práticas Integrativas e Complementares (PICs), que são atividades que enxergam o ser humano integralmente, tratando corpo e mente de maneira global.

Essas práticas são importantes para a prevenção de doenças e para promoção da saúde e complementam o tratamento de dores crônicas e doenças como hipertensão e diabetes.

— As PICs são práticas alternativas que vêm ganhando aceitação e tendo demanda por parte da comunidade, que tem percebido os benefícios dessas terapias oferecidas em algumas unidades da rede pública de saúde de Florianópolis — explica Dr. Rogério Duarte, coordenador das Práticas Integrativas e Complementares em Florianópolis.

Recém-inaugurado, Centro de Saúde dos Ingleses já é referência em Florianópolis
Estrutura externa do Centro de Saúde dos Ingleses
(Foto: )

De acordo com Dr. Rogério Duarte, há estudos da Secretaria da Saúde que demonstram que as PICs melhoram a relação entre médico e paciente, aumentam a satisfação do profissional e ajudam na adoção de hábitos de vida mais saudáveis, que reduzem a incidência de doenças e, consequentemente, gera economia com a diminuição no número de internações, atendimentos emergenciais e outras ocorrências médicas.

Horta com ervas medicinais permite tratamento fitoterápico

A horta com ervas medicinais é outro diferencial do Centro de Saúde dos Ingleses e oferece plantas para tratamento fitoterápico. As equipes de atendimento do CS sabem da importância das ervas medicinais como coadjuvantes em inúmeros tratamentos. Além disso, os profissionais da saúde entendem que faz parte da cultura popular o uso de plantas para tratar doenças e, por isso, estão atentos para orientar sobre a melhor maneira de utilizá-las e alertar os pacientes a respeito de possíveis interações com medicamentos prescritos pelos médicos.

— Diminuindo o uso abusivo de medicamentos e os efeitos colaterais dessas medicações, é possível melhorar a relação entre custo e efetividade dos tratamentos, ou seja, o investimento nas PICs é baixo, mas tem um benefício que se estende positivamente a pacientes e profissionais da saúde — defende o coordenador das Práticas Integrativas e Complementares do município.

Atendimento multidisciplinar

Outro serviço importante oferecido à população do Norte da Ilha pelo CS Ingleses é o Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica (NASF-AB), o qual compreende uma equipe interdisciplinar, que em Florianópolis, é formada por Assistente Social, Farmacêutico, Fisioterapeuta, Nutricionista, Pediatra, Profissional de Educação Física, Psicólogo e Psiquiatra.

— A importância deste trabalho é aumentar a oferta de serviços disponíveis para a população em seu próprio Centro de Saúde, facilitando o acesso em consultas individuais e atendimentos em grupo. Assim, para muitas situações, as pessoas não precisam se deslocar para serviços distantes para receber atendimento destas categorias profissionais. Facilita para a população e representa redução dos custos para o sistema, já que mais situações passam a ser resolvidas na Atenção Básica e não necessitam de encaminhamentos para serviços mais complexos — explica a fisioterapeuta da rede Karina Correa Wengerkievicz.

Com isso, a população no Norte da Ilha pode contar com atendimento mais humanizado e completo, realizado em uma estrutura confortável e funcional por uma equipe qualificada para avaliar caso a caso e determinar o melhor encaminhamento.

O Centro de Saúde dos Ingleses fica na Travessa dos Imigrantes, 135, e o atendimento na unidade é de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

(Foto: )

Deixe seu comentário:

publicidade