nsc

publicidade

Falta documentação

Reforços da Chapecoense são liberados para estreia

Augusto e Everaldo foram apresentados nesta sexta-feira, na Arena Condá

01/02/2019 - 17h00 - Atualizada em: 01/02/2019 - 18h48

Compartilhe

Darci
Por Darci Debona
Reforços da Chapecoense aguardam transferência do Querétaro
Atacante Everaldo (e) e volante Augusto (d) foram apresentados nesta sexta-feira, na Arena Condá
(Foto: )

A Chapecoense apresentou oficialmente na tarde desta sexta-feira dois reforços que já estavam treinando na Arena Condá: o volante Augusto e o meia Everaldo. O técnico Claudinei Oliveira deve utilizá-los na partida de amanhã, contra o Hercílio Luz, pois a documentação de transferência do Querétaro, do México, chegou a tempo para publicação no Boletim Informativo Diário da CBF.

Os dois jogadores disseram que já vinham treinando desde 17 de dezembro e estão prontos para jogar.

Augusto já é conhecido da torcida verde e branca. Em 2013 participou do grupo que conquistou o acesso para a Série A.

- Na Série B era muito difícil com as viagens, de ônibus, e depois acompanhei o crescimento da Chapecoense como um torcedor. Sempre torcia e torço pela Chape pelos amigos que fiz aqui. Quando estava numa situação difícil até falei com o Alan Ruschel para dar uma motivada. Temos um grupo bom e estou mais experiente, espero que possamos fazer um belo campenao e alcançarmos os objetivos – disse Augusto.

O jogador tem 26 anos, começou na base do Inter e passou também por Joinville, Sport, Emirates Club-EAU e Sanat Naft-IRÃ. E já tem um apelido entre torcedores da Chapecoense: o Kanté do Oeste, em referência ao volante campeão da Copa do Mundo 2018 pela França.

Já o atacante Everaldo, 27 anos, começou na base do Grêmio, depois foi par ao Figueirense e, em 2017, teve atuação destacada no Atlético-GO, com cinco gols em 13 jogos na Série A. O jogador disse que optou em voltar ao Brasil pois não estava satisfeito no futebol mexicano e optou pela Chapecoense pelo número de competições.

- O que me fez assinar foi o número de campeonato, são quatro competições importantes que a Chapecoense vai disputar (Catarinense, Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro e Sul-Americana). E também pelo desafio pois apesar de estar num bom momento no futebol mexicano já estava numa zona de conforto. Além disso falei com jogadores que atuaram aqui e todo mundo falou muito bem do clube e da cidade. Isso me motivou muito a vir para cá – disse o atacante.

Ele afirmou que tem até uma tia e primos que moram na cidade. Everaldo é natural de Garibaldo, na Serra Gaúcha. Apesar de receber a camisa 10, ressaltou que é atacante. Mas que não necessariamente vai brigar por vaga com Wellington Paulista, pois também joga pelos lados.

Deixe seu comentário:

publicidade