nsc

publicidade

Mudança na aposentadoria

“Reforma atinge mais quem recebe menos”, afirma especialista em Previdência  

Advogada respondeu perguntas dos ouvintes da CBN Diário 

11/07/2019 - 17h11 - Atualizada em: 11/07/2019 - 17h14

Compartilhe

Por Redação CBN Diário
Plenário aprovou texto-base. Próximo passo é análise dos destaques.
Plenário aprovou texto-base. Próximo passo é análise dos destaques.
(Foto: )

O texto base da reforma da Previdência foi aprovado na Câmara dos Deputados, na última quarta-feira (10). Os destaques, que são as sugestões de alterações pontuais no projeto, começam a ser discutidos e votados nesta quinta-feira. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que, mesmo com a aprovação de destaques, a economia prevista de 1 trilhão deve ser mantida. Os principais impactados com a reforma serão os contribuintes diretamente ligados ao INSS, como comenta a advogada especialista em Previdência, Gisele Kravchychyn.

— No que estava se falando, de 1 trilhão de economia em 10 anos, 715 bilhões, muito mais que a metade de economia, é do regime geral do INSS. Desde o início, a proposta não atinge aquelas categorias que recebem mais. Atinge, de forma mais significativa, as categorias que recebem menos — comentou Gisele Kravchychyn, que respondeu as principais dúvidas dos ouvintes da CBN Diário.

Ouça as respostas para as principais dúvidas dos ouvintes nos programas Estúdio CBN Diário e Direto da Redação 2ª edição desta quinta-feira (11).

Deixe seu comentário:

publicidade