nsc
    nsc

    Reta final

    Réus do Caso Bernardo serão ouvidos no final de maio

    Interrogatório de Leandro Boldrini, Graciele Ugulini, Edelvânia Wirganovicz e Evandro Wirganovicz deve acontecer no dia 27

    05/05/2015 - 08h50 - Atualizada em: 05/05/2015 - 09h32

    Compartilhe

    Por Redação NSC
    Casa onde a família morava em Três Passos virou local de homenagens e cobranças
    Casa onde a família morava em Três Passos virou local de homenagens e cobranças
    (Foto: )

    O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul divulgou a data do interrogatório de Leandro Boldrini, Graciele Ugulini, Edelvânia Wirganovicz e Evandro Wirganovicz - réus do Caso Bernardo. Eles devem ser ouvidos nàs 9h30min do dia 27 de maio, no Foro de Três Passos.

    Caso Bernardo, um ano: a corrente que Bernardo uniu

    Boldrini, Graciele e os irmãos Wirganovicz darão suas versões publicamente sobre o assassinato de Bernardo pela primeira vez. A audiência é a última do caso. À Polícia Civil, Edelvânia confessou envolvimento no homicídio e apontou Graciele - madrasta do menino - como cúmplice.

    As falhas na rede de proteção que não salvou Bernardo Boldrini

    Evandro acabou preso porque teria ajudado a cavar a cova que escondeu o corpo de Bernardo, e Boldrini foi apontado pelo MP como o mentor do crime. Após a oitiva dos réus, o juiz dará sua sentença e definirá se eles vão a júri popular. O MP denunciou o médico, a madrasta e Edelvânia por homicídio quadruplamente qualificado, e Evandro por ocultação de cadáver.

    Leia todas as notícias sobre o Caso Bernardo

    A cronologia do crime:

    A morte do menino Bernardo

    Bernardo Uglione Boldrini, 11 anos, desapareceu no dia 4 de abril, uma sexta-feira, em Três Passos, município do Noroeste. De acordo com o pai, o médico cirurgião Leandro Boldrini, 38 anos, ele teria ido à tarde para a cidade de Frederico Westphalen com a madrasta, Graciele Ugulini, 36 anos, para comprar uma TV.

    De volta a Três Passos, o menino teria dito que passaria o final de semana na casa de um amigo. Como no domingo ele não retornou, o pai acionou a polícia. Boldrini chegou a contatar uma rádio local para anunciar o desaparecimento. Cartazes com fotos de Bernardo foram espalhados pela cidade, por Santa Maria e Passo Fundo.

    Na noite de segunda-feira, dia 14, o corpo do menino foi encontrado no interior de Frederico Westphalen dentro de um saco plástico e enterrado às margens do Rio Mico, na localidade de Linha São Francisco, interior do município.

    Segundo a Polícia Civil, Bernardo foi dopado antes de ser morto com uma injeção letal no dia 4. Seu corpo foi velado em Santa Maria e sepultado na mesma cidade.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Polícia

    Colunistas