nsc

publicidade

Segurança

Rio Negrinho registra dois assassinatos em menos de 24 horas

Foram os dois primeiros casos de homicídio em 2019 na cidade do Planalto Norte de Santa Catarina 

05/11/2019 - 20h43 - Atualizada em: 05/11/2019 - 22h13

Compartilhe

Cláudia
Por Cláudia Morriesen
foto mostra policial e viatura
(Foto: )

Rio Negrinho, no Planalto Norte de Santa Catarina, registrou dois assassinatos entre a noite de segunda-feira e a madrugada de terça-feira. Segundo a Polícia Militar, o primeiro ocorreu por volta das 18h40 de segunda, 4. Moradores ligaram para a Central de Operações avisando que um homem estava agredindo outro com uma pedra próximo ao Pavilhão dos Imigrantes.

A guarnição da Polícia Militar se deslocou até o endereço e, em contato com o Corpo de Bombeiros Militar, foi informada que a vítima já se encontrava sem os sinais vitais. Após o isolamento da área do crime, os militares se deslocaram em buscas ao suspeito do homicídio e localizaram um homem com as características repassadas transitando na rua Jorge Lacerda. Ele foi abordado e identificado.

Durante a revista pessoal, os militares visualizaram nas pernas do suspeito alguns vestígios de sangue. Questionado sobre a situação, o homem não soube responder e apenas afirmou que prestava auxílio às pessoas em situação de rua cidade, mas que não possuía relação com o crime.

Depois, o homem foi levado até o local do fato e foi reconhecido por testemunhas do crime. A Polícia constatou que ele já possuía 68 boletins de ocorrência por diversas situações ilícitas. O homem foi preso em flagrante e responderá pelo crime de homicídio.

No início da madrugada de terça-feira, 5, a Central de operações da Polícia Militar recebeu uma ligação informado que um homem estaria agredindo outro com um tijolo no Bairro São Rafael. Uma viatura da Polícia Militar prontamente foi ao local do fato e constatou que a vítima estava gravemente ferida na cabeça e imediatamente solicitou o acionamento do Corpo de Bombeiros Militar.

Uma ambulância chegou ao local e verificou que a vítima não possuía mais sinais vitais. A Polícia Civil e o Instituto geral de Pericias (IGP) foram acionados para o local e a Polícia Militar iniciou as buscas do autor do crime. Os policiais militares e civis levantaram informações sobre o homem, fechando o cerco para a captura dele. Em rápida ação, ele foi identificado e localizado.

As testemunhas do fato reconheceram o abordado como sendo o possível autor do homicídio. O suspeito também possui diversas passagens policiais. Ele recebeu voz de prisão em flagrante pelo delito de homicídio e está à disposição da justiça.

Deixe seu comentário:

publicidade