nsc
nsc

Opinião

Rodrigo Faraco: oportunidade perdida de valorizar os árbitros catarinenses

Top da Bola escolheu Sandro Meira Ricci como o melhor, quando o destaque foi Bráulio

26/05/2017 - 08h01

Compartilhe

Por Redação NSC
(Foto: )

Oportunidade perdida Na festa do Top da Bola, na última quarta-feira, um troféu foi muito discutido no Continente Shopping: o de melhor árbitro. Sandro Meira Ricci levou e a grande maioria estranhou a decisão. Não discuto os levantamentos do Instituto Mapa, de maneira alguma. É um trabalho muito bem feito e preciso. Discuto as próprias notas dadas durante o Catarinense. Era hora da arbitragem local.

Bráulio Machado foi o melhor do Catarinense na opinião de grande maioria. Na minha também. Soube levar a finalíssima de Chapecó, muito complicada, com categoria e com inteligência. Merecia e merece o reconhecimento local. Os dois árbitros que concorriam com ele são muito gabaritados e têm carreiras que mostram isso. Acontece que Bráulio está no momento dele. Era a vez da arbitragem local. Até para incentivar nossa escola, que começa a mostrar mais qualidade, como a revelação indiscutível de Ramon Abatti Abel.

Leia mais comentários de Rodrigo Faraco

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Esportes

Colunistas