nsc
    nsc

    Opinião

    Rolê com EdSoul: menos recursos para entidades que prestam atendimento assistencial para as comunidades

    Os repasses serão praticamente a metade do que já se vinha trabalhando "na estica"

    22/03/2017 - 05h23

    Compartilhe

    Por Redação NSC
    (Foto: )

    Nesta terça-feira, 21 de março, rolou uma reunião emergencial do Fórum de Políticas Públicas de Florianópolis, lá no auditório do CIEE, no centro da Capital. Presentes no encontro estavam as 44 entidades que prestam atendimentos as comunidades, que são conveniadas da prefeitura de Floripa.

    Pois bem, essa galerinha só esteve por lá porque a Secretaria Municipal de Assistência Social divulgou que os recursos oriundos dos cofres municipais serão repassados em menor valor para os guerreiros. Se fosse num valor que não reduzisse tanto a estrutura, ainda estariam despreocupados. Mas o problema é que os repasses serão praticamente a metade do que já se vinha trabalhando na estica. Ou seja, não vamos estranhar se daqui a um tempo comecemos a notar que os índices de criminalidade estão aumentando na nossa querida Ilha da Magia.

    Em uma conversa com a atual secretária da pasta, fique sabendo dos lançamentos de projetos sociais protagonizados pela prefeitura, que nasceriam para dar suporte aos que essas ONGs tocam em suas comunidades. O que me causa estranheza é que são justamente essas entidades sociais, é que são experts em controlar a ociosidade da molecada. Seria mesmo o caso de reduzir? Sabemos que herdaram os cofres vazios, mas essa temática não deveria ser tratada como investimento, ao invés de custo? Só acho.

    Leia mais comentários no Rolê com Edsoul

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas